Aliencake

Foi numa tarde de sábado, de encontros, reencontros e desencontros, de estreia literária e café, tudo prolongado em noite, jantar e mais café, ficando no entanto curto o tempo. De súbito, aparece-me pela frente um bolo com a minha cara. Um bolo com rosto de Alien. Olhei-o uma e outra vez, e só não me belisquei porque dói um bocado, convenhamos. Mesmo a aliens. As pessoas cantavam os parabéns e batiam palmas, eu ouvia e agradecia, mas mal tirava os olhos do bolo. Fizeram-me pegar nele com uma mão, perante a apreensão de alguns circunstantes, e conduzi-lo, ou deixar que me conduzisse, à mesa improvisada. Vivendo desde sempre em terrível dúvida sobre a minha origem e condição, houve um instante luminoso em que tudo se revelou. "Sou um bolo, afinal sou um bolo!" - exclamei para mim mesmo, entre alguma perplexidade e o alívio de uma certeza há muito tempo aguardada. Foi sol de pouca dura. Lá tive que partir o bolo. Lá tive que me cortar à faca em fatias que rapidamente desapareceram. Ao que parece, estava bom, eu. O facto é que, apesar disso, ainda estou vivo. Não serei, então, um bolo? Serei apenas a recordação dele? Felizmente, a fotógrafa estava lá. Serei assim talvez a fotografia de um bolo. Há piores destinos. Há piores fins de tarde-noite de sábados de lançamentos de livros, encontros, reencontros, desencontros, jantares, cafés, aniversários e ainda mais. Muito, muito piores, garanto-vos.

28 de jun de 2006

Ora esta!

Encontrado no Congo o primeiro okapi desde 1959

Um dos últimos grandes mamíferos descobertos pela ciência no século XX foi novamente localizado no Congo, o seu actual, e único, habitat natural. O animal nativo das florestas húmidas congolesas é uma curiosa mistura entre a girafa e a gazela.

Foi encontrado no parque nacional Virunga na República Democrática do Congo, o primeiro Okapi (Okapia johnstoni) selvagem desde 1959. O animal - da família da girafa -, que se julgava extinto, reapareceu naquele país africano, considerado por muitos como o seu único habitat natural.

O Okapi foi descoberto em 1901 e caracteriza-se por apresentar listas brancas nas suas quatro patas. Tem pêlo escuro e a forma do seu corpo assemelha-se à de um cavalo. O animal pode pesar entre 200 a 250 quilos e medir 2 metros de altura. O Okapi tem ainda a particularidade de possuir uma língua azul enorme e flexível, usada para limpar o focinho e para tirar as folhas das árvores, que são o seu principal alimento.

Fonte: http://ciberia.aeiou.pt/?st=4898

Esta notícia fez-me lembrar o dodo bird, extinto em 1681, segundo se crê. Os pássaros viviam isolados na ilha Maurícia, onde foram descobertos por marinheiros portugueses, por alturas de 1598. Em virtude do seu isolamento, reagiram com afabilidade e ingenuidade à chegada dos visitantes, de quem se aproximavam sem medo. Interpretando esse comportamento amigável como estupidez, visto que facilmente se deixavam matar, os marinheiros portugueses chamaram-lhes doudos (doidos), e daí lhes ficou o nome de dodo. Os que sobreviveram aos homens acabaram por ser mortos por cães e porcos, entretanto introduzidos na ilha, e que aí desenvolveram comportamentos selvagens. A representação gráfica não será muito rigorosa, mas compreende-se porquê...
Ah, valentes marinheiros!

Fonte: http://www.davidreilly.com/dodo/

34 comentários:

maloud disse...

Lembra-se da Peregrinação do Fernão Mendes Pinto? "Fomos a eles com muitas Avé-Marias". Grande povo português. Sempre heróico.

Cila disse...

alien
hoje já ganhei o dia ( eu digo isso sempre que aprendo alguma coisa nova!)....bigado amigão

jinhus

Alien David Sousa disse...

Uau Mano, o Okapi uma mistura entre a girafa e a gazela.
Se não somos nós a abrir os olhos aos humanos não sei o que seria deles. Desta vez, foste tu quem me deu a conhecer uma incrível história. Parabéns, adorei este post.

Mendes Ferreira disse...

bom...estava a ver que faltava à festa..... não tivesse aparecido e amanhã prantava-me aqui só a dizer disparates....mas assim...digo só:



boa noite e BEIJO.

Belzebu disse...

É incrivel como ainda se encontram locais onde é possivel um verdadeiro milagre como este!

Mas não convém nada que seja muito divulgado ,pois não vão faltar colecionadores e anormais mortinhos por lhes deitar a mão!

Saudações!

wind disse...

Obrigada pela lição:)
Aqui além de nos deliciares com belas receitas na companhia da Maloud, também nos dás música e grandes aulas de cultura:-)
Quanto ao Dodo tadinho, os marinheiros sempre foram uns anormais:((((
beijos

Alien8 disse...

Maloud,
Por acaso lembro! Valham-nos as Avé-Marias.
Bisous.

Alien8 disse...

Cila,
Aprendemos uns com os outros... assim é que é bonito :)
Um beijo.

Alien8 disse...

Alien DS,
Ainda bem que gostaste, mana do espaço :)
Lá temos que lhes explicar as coisas, não é? :)))
Saudações alienígenas.

Alien8 disse...

Isabel,
Estive em risco de faltar, é verdade. Mas ainda apanhei o comboio (atrasado) para o piano e outros lados :)
Mais parabéns e
Um beijo.

Alien8 disse...

Belzebu,
Bem observado! Mas acho que já tomaram boa conta do animalzinho.
Boa noite no inferno!

Alien8 disse...

Wind,
Grandes aulas de cultura? É muita bondade tua! Dar música, lá isso dou :)
Um beijinho.

pintoribeiro disse...

Haja uma boa notícia e música tua K'mrd. Bom dia, abraço.

Teresa Durães disse...

Também gostei.

Bom dia!

Visi disse...

Em relação ao "dodo", é uma representção do que o homem fez nas colonizações...matar, oprimir, subjugar.E hoje vê-se bem o resultado noutras culturas e etnias...revolta-me.Tacanhos!

Mendes Ferreira disse...

perdoado...sempre!.....até porque com um post assim quem resistiria????


:)



bjo.

Cristina disse...

gostei sim senhoras :))

beijocas..

Lola disse...

Alien
Bichinhos engraçados...
Gosto especialmente do Dodo,tem um aspecto simpático e posso imaginà-lo a correr desajeitadamente e a grasnar para os tontos dos marinheiros...
Beijinhos
Lola

Alien8 disse...

Grhiba2,
De vez em quando há boas notícias.
Um abraço.

Alien8 disse...

Teresa,
Boa tarde!

Alien8 disse...

Visionária,
Tacanhos é um bom termo!
Um beijo.

Alien8 disse...

Isabel,
:)
Beijo.

Alien8 disse...

Cristina,
Pois sim, senhoras! :)))
Preparada para sábado?
Beijinhos.

Alien8 disse...

Lola,
Tadinho do dodo, realmente...
Também acho que os marinheiros é que eram tontos, ou melhor, doudos...
Beijoca.

Teresa Durães disse...

Apagão... pois pois... ora pois...dodo!!!

(as cousas que inventam! Foi para a festança, mais um dia de ressaca, ainda foi ao S. Pedro para terminar em bem e chama-lhe apagão...dodo!)

Em penitência, Voa-se por Aí, declara-se escrita em dia
(ai que dor de cabeça! Aquela sangria...)
e sorrindo para si
(declarando baixa no trabalho)
toca a engolir uns benorons
e dormir mais um bocado

(não rimou mas aproximou)

ehehehheheheh

The City Lights disse...

Alien8,
vim deixar jinho enooorrrmmmmeeee aos 2, e saber um pouco mais destes seres engraçados!!
No final só me conseguis lembrar dos dodos no filme do ice age!!!
;)

:)))

jocas lindos!

Parrot disse...

Muito bem, obrigado por esta "aula". Daqui, saio sempre com mais alguma coisa de que quando chego....e assim vale a pena....andar por cá. :))

Grande abraço e boa noite

Alien8 disse...

Teresa,
Foi um apagão, juro que foi :)
Daqui até Oeiras, pelo menos!
S. Pedro é minha testemunha cof cof
Não rimou, mas andou lá perto. E este dodo ainda não se encontra ex-tinto lolololol.
Boa noite.

Alien8 disse...

The City Lights,
Um beijinho dos dois e uma óptima noite.

Alien8 disse...

Caro Parrot,
Aprendo muito no teu blog. E divirto-me à grande.
Um abraço.

Teresa Durães disse...

Alien ahahahaha
(ai essa ironia!)

A tua filha deve ser muito boa pessoa!

Tuche disse...

A malta está sempre a aprender e este Alien é um espectáculo pois ora surpreende com culinária ora com cultura geral.

Obrigado amigo, eu adoro vir aqui.

Beijossssssss e até amanhãããã

Alien8 disse...

Teresa,
Claro que é!:)
Ironia? Qual ironia? ;)

Alien8 disse...

Tuché,
É muita bondade tua :)
Eu também adoro ir ao teu blog, por isso estamos quites lololol.
Beijinhosssss.