Aliencake

Foi numa tarde de sábado, de encontros, reencontros e desencontros, de estreia literária e café, tudo prolongado em noite, jantar e mais café, ficando no entanto curto o tempo. De súbito, aparece-me pela frente um bolo com a minha cara. Um bolo com rosto de Alien. Olhei-o uma e outra vez, e só não me belisquei porque dói um bocado, convenhamos. Mesmo a aliens. As pessoas cantavam os parabéns e batiam palmas, eu ouvia e agradecia, mas mal tirava os olhos do bolo. Fizeram-me pegar nele com uma mão, perante a apreensão de alguns circunstantes, e conduzi-lo, ou deixar que me conduzisse, à mesa improvisada. Vivendo desde sempre em terrível dúvida sobre a minha origem e condição, houve um instante luminoso em que tudo se revelou. "Sou um bolo, afinal sou um bolo!" - exclamei para mim mesmo, entre alguma perplexidade e o alívio de uma certeza há muito tempo aguardada. Foi sol de pouca dura. Lá tive que partir o bolo. Lá tive que me cortar à faca em fatias que rapidamente desapareceram. Ao que parece, estava bom, eu. O facto é que, apesar disso, ainda estou vivo. Não serei, então, um bolo? Serei apenas a recordação dele? Felizmente, a fotógrafa estava lá. Serei assim talvez a fotografia de um bolo. Há piores destinos. Há piores fins de tarde-noite de sábados de lançamentos de livros, encontros, reencontros, desencontros, jantares, cafés, aniversários e ainda mais. Muito, muito piores, garanto-vos.

11 de mai de 2007

A receita desta semana...

Pronto, é sexta-feira...

Mais um fim de semana que se inicia, mais uma oportunidade, quando a há, de quebrar a rotina e passar talvez dois dias diferentes.

Por aqui também se vai quebrar a rotina de não postar (! :) e, ao mesmo tempo, uma outra: a de não publicar receitas. A última que aqui deixei já se perdeu na famosa noite dos tempos, por isso estará na altura de propor um petisco e aceitar sugestões complementares de sobremesas e vinhos.

Assim, e sem mais conversa, passemos à


PESCADA COM MOLHO DE PINHÕES

Ingredientes para 4 pessoas
* 4 postas de pescada de 150 g cada
* 2 dentes de alho
* 100 g de pinhões
* 2 tomates grandes maduros
* um pouco de azeite
* sal
* 1/2 folha de louro
* 1 limão
* salsa picada




Preparação
1. Assar sobre a chama os tomates e os alhos. Pelá-los.
2. Deitar os tomates, os alhos e os pinhões na batedeira. Triturá-los.
3. Num tacho de barro, deitar um pouco de azeite e o preparado anterior; temperar, aromatizar com a meia folha de louro e cozer em lume brando. Deixar reduzir um pouco o molho.
4. Regar com um pouco de água quente; introduzir as postas de pesacada e o sumo do limão. Colocar o tacho no forno, aquecido a temperatura média.
5. Manter no forno durante 10 minutos.
6. Ao retirar o tacho, polvilhá-lo com salsa picada e servir logo.


E é tudo. Resta-me desejar-vos bom apetite. E bom fim de semana também!

6 de mai de 2007

6 de Maio de 2007, Dia da Mãe



Um beijo a todas as mães.