Aliencake

Foi numa tarde de sábado, de encontros, reencontros e desencontros, de estreia literária e café, tudo prolongado em noite, jantar e mais café, ficando no entanto curto o tempo. De súbito, aparece-me pela frente um bolo com a minha cara. Um bolo com rosto de Alien. Olhei-o uma e outra vez, e só não me belisquei porque dói um bocado, convenhamos. Mesmo a aliens. As pessoas cantavam os parabéns e batiam palmas, eu ouvia e agradecia, mas mal tirava os olhos do bolo. Fizeram-me pegar nele com uma mão, perante a apreensão de alguns circunstantes, e conduzi-lo, ou deixar que me conduzisse, à mesa improvisada. Vivendo desde sempre em terrível dúvida sobre a minha origem e condição, houve um instante luminoso em que tudo se revelou. "Sou um bolo, afinal sou um bolo!" - exclamei para mim mesmo, entre alguma perplexidade e o alívio de uma certeza há muito tempo aguardada. Foi sol de pouca dura. Lá tive que partir o bolo. Lá tive que me cortar à faca em fatias que rapidamente desapareceram. Ao que parece, estava bom, eu. O facto é que, apesar disso, ainda estou vivo. Não serei, então, um bolo? Serei apenas a recordação dele? Felizmente, a fotógrafa estava lá. Serei assim talvez a fotografia de um bolo. Há piores destinos. Há piores fins de tarde-noite de sábados de lançamentos de livros, encontros, reencontros, desencontros, jantares, cafés, aniversários e ainda mais. Muito, muito piores, garanto-vos.

12 de dez de 2008

Receita a pedido (não me esqueci...)

Arenques marinados

(Para 6 pessoas)


Ingredientes:

* 500 gramas de filetes de arenque fumado

* 6 fatias de pão de forma

* 2 cebolas em fatias

* pimenta-do-reino

* salsa q.b.

*1 copo de óleo de manteiga

*1 limão


Preparação:

Colocar os filetes de arenque, sobrepostos, numa travessa funda.

Sobre cada camada de arenques colocar rodelas de cebola crua, polvilhada com pimenta, regar com sumo de limão e óleo.

Juntar alguns raminhos de salsa na altura de servir.

Deixar marinar durante 24 horas antes de servir.

Torrar as fatias de pão de forma, barrá-las com manteiga fresca e servir com os arenques.


Sugestões? Complementos? Já sabem que agradeço!

Bom apetite!

***************************************************************

Para já, agradeço à Prof a lembrança: os arenques são mesmo fumados!

Sugestões de vinhos:

Prof: Riesling

Lizzie: Branco alentejano

(ambas me parecem excelentes, cada uma à sua maneira.)

Alternativas: Cabrito (pedido pela Teresa e "receitado" pela Lola)

Café (feito pela Prof):

"Café, aromatizado com canela (o pau de canela é moído juntamente com os grãos de café, que são torrados por mim, na hora)."