Aliencake

Foi numa tarde de sábado, de encontros, reencontros e desencontros, de estreia literária e café, tudo prolongado em noite, jantar e mais café, ficando no entanto curto o tempo. De súbito, aparece-me pela frente um bolo com a minha cara. Um bolo com rosto de Alien. Olhei-o uma e outra vez, e só não me belisquei porque dói um bocado, convenhamos. Mesmo a aliens. As pessoas cantavam os parabéns e batiam palmas, eu ouvia e agradecia, mas mal tirava os olhos do bolo. Fizeram-me pegar nele com uma mão, perante a apreensão de alguns circunstantes, e conduzi-lo, ou deixar que me conduzisse, à mesa improvisada. Vivendo desde sempre em terrível dúvida sobre a minha origem e condição, houve um instante luminoso em que tudo se revelou. "Sou um bolo, afinal sou um bolo!" - exclamei para mim mesmo, entre alguma perplexidade e o alívio de uma certeza há muito tempo aguardada. Foi sol de pouca dura. Lá tive que partir o bolo. Lá tive que me cortar à faca em fatias que rapidamente desapareceram. Ao que parece, estava bom, eu. O facto é que, apesar disso, ainda estou vivo. Não serei, então, um bolo? Serei apenas a recordação dele? Felizmente, a fotógrafa estava lá. Serei assim talvez a fotografia de um bolo. Há piores destinos. Há piores fins de tarde-noite de sábados de lançamentos de livros, encontros, reencontros, desencontros, jantares, cafés, aniversários e ainda mais. Muito, muito piores, garanto-vos.

6 de jun de 2006

Discussão

- Desconfio que a democracia não resulta. Juntam-se astronautas, bodes, camponeses, galinhas, matemáticos e virgens loucas e dão-se a todos os mesmos direitos. Isso parece-me um erro cósmico. Desculpa.
Desculpei, mas fiquei ofendido. Que a democracia era aquilo mesmo, e ainda com conversa fiada como brinde, isso sabia eu. Que mo viessem dizer, era outra coisa. Fiquei ainda mais ofendido, até porque não gosto de erros cósmicos. Acho um snobismo.
- Eu sou democrático - rugi entre dentes, como resposta. - Tenho amigos no exílio, todos democráticos. É um sacrifício que poucos fazem, ir para o exílio e ser professor universitário exilado e democrático. Eras capaz de fazer isso?
- Não sou democrático.
Não havia resposta a dar. Nenhuma. Ele não era democrático, não sabia de democracia.
Eu sim, sou democrático, até já quis ir à América, que me afirmaram que lá é que é a democracia.
Recusaram-me o visto no passaporte, disseram que eu era comunista! Viram isto!?

(Mário-Henrique Leiria, "Contos do Gin-Tonic")

45 comentários:

wind disse...

Vi isso e muito mais:)
Neste caso MHL faz uma crítica deliciosa ao sistema, mas todos os contos (I e II) são soberbos e então ditos por Mário Viegas, não existem palavras para classificar.
Beijos

Alien8 disse...

Wind,
Eu prefiro lê-los. E relê-los, bastantes vezes!
Desapareceram-me os 2 volumes não sei como, e lá tive que os comprar de novo. E compraria outra e outra vez, se preciso fosse. São indispensáveis :)

Beijinho.

Belzebu disse...

Caro alien, MHL é provavelmente a pessoa mais mordaz que é possivel encontrar!

E isso, só por si, dá-lhe um estatuto ao qual me rendo sem restrições!

Saudações!

Alien8 disse...

Olá Belzebu,
Com a Wind, já somos 3 :)
Boa noite!

NãoSoueuéaoutra disse...

Caro alien... esse texto nem comento!!! politica à parte...

mas, quanto a gaspacho, pois bem, fiz o meu pudim e coloquei um pedragulho em cima dele e ficou a "marinar" por oito horas no frigorifico. Findo essa hora, saiu que nem cubito... prontinho a entrar na minha boca.
Mas, a receita de frutas, deixou-me aqui a babar!!!

Um beijinho!!!

Teresa Durães disse...

Eu, devoradora de livros, confesso: ... não conheço (vergonha!)... não li (vergonha!)

Mas como gostei do post, vai para a lista interminável dos a comprar...

Quanto a democracia na crítica que foi feita ....(e detesto política), se democracia fosse emigrar... ehehehehee...

Alien8 disse...

NãoSouEuÉaOutra,

Um pedregulho no gaspacho... deve ter ficado um espanto, uma excelência geométrica :)

A receita de frutas é mesmo um espectáculo.

Beijos.

Alien8 disse...

Teresa,
Põe à frente na lista, que é capaz de valer a pena. Quanto à vergonha, por favor! Nunca ninguém será capaz de ler tudo o que foi escrito, nem pouco mais ou menos, nem mesmo um infinitésimo. Por isso, qual vergonha?
Boa tarde.

pintoribeiro disse...

Excelente evocação. Boa tarde e abraço K'mrd.

Alien8 disse...

Grhiba,
Muito gosto em vê-lo por aqui, K'mrd! Já lá expliquei no blog que andei despistado. Mistérios da blogosfera...
Um abraço.

maloud disse...

Alien, foi exactamente por isso que eu deixei de emprestar.
Agora, se o Tribunal Europeu não tivesse travado o ímpeto da Comissão, para ir aos EUA, a sua vida seria toda espiolhada. Ora já nos basta o espiolhanço populista do Correio da Manhã. A populaça ululante saliva e agradeça. Mais um prego no caixão da democracia.

Alien8 disse...

Maloud,
Pois é, os empréstimos... onde pára aquele LP do Artie Shaw? E etc., e etc....
Quanto aos EUA, ao contrário do que aconteceu à personagem do texto, não me recusaram o visto em nenhuma das vezes que lá estive. Nalgumas delas tive que assinar aquele famoso papelinho, sabe certamente a que me refiro. Mas lá espiolhar, disso não duvido. Não tanto como nos dias que correm, mas mesmo assim...

Sem Cerimónia disse...

O texto é muito interessante, e faz muito bem em efectuar estas cópias, já que a sua especialidade, pelos vistos, será preparar saladas de alfaces...o que não deixa de ser uma vocação!

Alien8 disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Parrot disse...

loooool

Boa noite caro amigo.....viva a democracia.;)

Abraço

Alien8 disse...

Sem Cerimónia,

É perito em vocações? Quem sabe poderá ajudar-me a encontrar a minha, que isto de saladas não é vida nem é nada.
Talvez me vire para os bifes. Conhece o meu lombo 3 sabores? Está para aí noutro post, e tem aspecto suculento. E não só aspecto.

É perito em cópias? Aquilo lá no post é uma transcrição. Conhece o livrinho? Já leu os Contos do Gin-Tonic e os Novos Contos do Gin? Olhe que era capaz de aprender umas coisas em matéria de mordacidade.

Escreveu Camus: "O cinismo é a maior tentação da inteligência." Pois é.

Mocho Falante disse...

não conhecia o livro mas pelo excerto parace prometer

loool

abraços

Teresa Durães disse...

Camus... Hum....Faz-me lembrar que ainda não actualizei o cabeçalho do blog. Blog esse que não anda (até anda...) lá muito Camusiano... eheheheheh

(o último post que lá puz está até muito evocativo à filosofia camusiana... o absurdo da condição humana... uns palhaços... o que somos! lol)

Alien8 disse...

Mocho Falante,
Promete e cumpre!
Um abraço.

Alien8 disse...

Teresa,
Em cada um de nós há dois palhaços: o palhaço que ri e o palhaço que chora. O palhaço rico e o palhaço pobre. Espera aí, já vou em quatro. A Matemática é tramada. Bem pior que a filosofia, essa é que é essa.
Boa noite.

Alien8 disse...

Teresa,
Esqueci-me de dizer no comentário anterior que expliquei algures o tal de abrenúncio.

Alien8 disse...

Parrot,
Boa noite também para ti, amigo.

Tuche disse...

Bom dia amigo :)))

Já cá estou mas hoje ainda não me apetece falar de politiquices apesar de ter feito o registo deste post e ver se me lembro de comprar os referidos "contos"


beijosssssssss

Vanda Baltazar disse...

Gostei do teu post :)
não li ainda o livro :(

...e com todas estas receitas, embora ainda seja de madrugada, já estou com agua na boca ;))

Vou-me ao abacaxi, pronto! :)

Um beijo

Van

Cila disse...

Alien
vale a pena vir aqui
Sempre se aprende várias coisas e 2degusta-se outras;).
Vou comprar o livro pois deve ser delicioso.
Tal como tu ...nunca me vetaram a entrada em nenhum país do mundo...LoL ...alias como sabes adoro passear.
Quanto à democracia.... bom.... às vezes nao apetece...lol

Mas aquilo q a democracia actualmente me faz lembrar é o rochedo em frente ao parthenon... onde se procediam ás "execuções das ordens emanadas democraticamente" ou entao a figura do "bode expiatório".

beijokas

ps: adorei o teu coment ao sem cerimonia e tb subscrevo o magnifico Camus ;);)

Teresa Durães disse...

(ando às voltas à procura do abrenúncio...)

Não repito a brincadeira pôr versinhos de menina... ehehhehe

não por ser palhaça. isso sou e sei e era a brincadeira. mas por escreverem "engraçado". Horror!!!! Pior, tu dizeres - é a tua cara! Ah!!!!! Um choque!



Já agora: Baba de camelo

1 lata leite condensado, panela pressão 45 min
6 ovos

bater claras em castelo
juntar o leite condensado depois da panela pressão às gemas
envolver (envolver!!!!!) claras com leite+ovos
frigorífico

(já está)

- Não ir fazer teste de colestrol

Tuche disse...

Aiaiaiai Teresinha, então a menina não é vegetariana???
Os VEGA não comem ovos e a babinha de Camelo é totalmente á base de ovos amiga hihihi

beijosss

maloud disse...

Há gente tão amarga! Serão uns frustrados ou mais prosaicamente nunca beberam chá?

Alien8 disse...

Tuché,
Bom regresso! E boa observação, a dos ovos :)
Beijos.

Alien8 disse...

Vanda Baltazar,
Bem vinda!
Soube bem, o abacaxi? :)
Beijos.

Alien8 disse...

Cila,
Ora aí está uma interessante interpretação /evocação da democracia :)
Aprender aqui, não sei, mas quanto a salivar, disso estou quase certo.
Beijinhos.

Alien8 disse...

Teresa,

Olha que a expressão "é a tua cara" pretendeu ser um elogio carinhoso à menina de 9 anos. Chocou-te? Bolas, as pessoas, hoje em dia, chocam-se com cada coisa! :)
A tua receita da baba de camelo (obrigado, obrigado!) sai na próxima sexta-feira, em complemento ao prato principal.

Alien8 disse...

Maloud,
O chá é fundamental, realmente. Por exemplo na Bijou, com
Bisous.

Teresa Durães disse...

Não como carne nem peixe, Alien8 e Tuché, sou o que se chama de Vega + ovos lol (que por acaso tem um nome mas é tarde e não me lembro)

Não comer ovos em Portugal e ser vega (por acaso raramente como) é quase suicidio porque tenho de almoçar fora todos os dias no trab e é muito dificil comer. A minha principal refeição é o jantar. Ao almoço como sopa, salada, fruta - quase todos os dias :(

E sabem como são as saladas em portugal.... alface, tomate, alface, tomate, cenoura... por acaso onde almoço ainda tem couve roxa...

às vezes fazem lasanha de espinafres (eh três vivas!) :(

enfim... somos mal tratados. À volta nada há...

Quanto aos versinhos de menina...ehehhehe... foi mais o meu choque.. habituei-me a olhar aquilo com... horror? lol

(na nossa adolescência temos vergonha destas coisas e depois nunca mais pensamos no assunto. penso que foi por aí)

Se a minha filha me mostrasse uns versinhos ia ficar toda babada!

Teresa Durães disse...

PS - Se não comesse bolos teria de renunciar aos pastelinhos de nata... nããããã~... muito portuguesa....

pexeseco disse...

B`Dia!
E eu que o Diga que sou Bermelhinho
mas é do tinto he...he...
Abracos!

The City Lights disse...

Alien,
deixo um jinho e a cantar e a adorar esta musica!
Parabens!
;)

EMN disse...

Não conheço....É bom?
lolol

jokas

emn***

Alien8 disse...

Teresa,

Ena, tanta jsutificação :)
Pronto, és VEGAOVOS e está tudo dito.
Eu também gosto de lasanha de espinafres- com muito queijo e, se possível, um toquezinho de bacon ou coisa parecida, para "quebrar" os legumes.

Os pastelinhos de nata são tão essenciais como os versinhos da infância, e devem como eles ser olhados com carinho, jamais com horror :)

Boa noite.

Alien8 disse...

Pexeseco,
Tou a ber daqui :) Não está mal, a cor.
Um abraço.

Alien8 disse...

The City Lights,
Bem-vinda ao blog.
A música é contagiante, não é? Acho eu.
Obrigado, boa noite e
Beijinhos.

Alien8 disse...

Emn,

Não conheces o ê? O livro? Recomendo! :)
Beijinho.

Alien8 disse...

*quê lol

Alien David Sousa disse...

Muito bom lol

Alien8 disse...

Alien DS,
Pois é :)