Aliencake

Foi numa tarde de sábado, de encontros, reencontros e desencontros, de estreia literária e café, tudo prolongado em noite, jantar e mais café, ficando no entanto curto o tempo. De súbito, aparece-me pela frente um bolo com a minha cara. Um bolo com rosto de Alien. Olhei-o uma e outra vez, e só não me belisquei porque dói um bocado, convenhamos. Mesmo a aliens. As pessoas cantavam os parabéns e batiam palmas, eu ouvia e agradecia, mas mal tirava os olhos do bolo. Fizeram-me pegar nele com uma mão, perante a apreensão de alguns circunstantes, e conduzi-lo, ou deixar que me conduzisse, à mesa improvisada. Vivendo desde sempre em terrível dúvida sobre a minha origem e condição, houve um instante luminoso em que tudo se revelou. "Sou um bolo, afinal sou um bolo!" - exclamei para mim mesmo, entre alguma perplexidade e o alívio de uma certeza há muito tempo aguardada. Foi sol de pouca dura. Lá tive que partir o bolo. Lá tive que me cortar à faca em fatias que rapidamente desapareceram. Ao que parece, estava bom, eu. O facto é que, apesar disso, ainda estou vivo. Não serei, então, um bolo? Serei apenas a recordação dele? Felizmente, a fotógrafa estava lá. Serei assim talvez a fotografia de um bolo. Há piores destinos. Há piores fins de tarde-noite de sábados de lançamentos de livros, encontros, reencontros, desencontros, jantares, cafés, aniversários e ainda mais. Muito, muito piores, garanto-vos.

8 de jul de 2008

Um post perfeitamente idiota. Por favor, considerem apenas o "perfeitamente"...

A QUADRA NATALÍCIA



Passou-se o Natal, Alícia,

E tu sem natas nem netos,













Nem notas na tal estrelícia

Que vai dos chãozes aos tectos!



Alternativas ao último verso da quadra natalícia:

a) Para adeptos do "Acordo Ortográfico": " Que vai dos chãozes aos tetos!"
b) Para tias de Cascais: "Que vai dos chãozes aos têetos!"
c) Para puristas e ortodoxos que não gostaram da palavra "chãozes": "Que sobe dos chães aos tectos!"

Disse.

36 comentários:

Beatriz,tira o dedo do nariz disse...

C)
Um beijinho, Alien

Alien8 disse...

Beatriz...,

E um ainda maior para ti, que és única :)

wind disse...

Gargalhadas, está demais.lololol
Coloquei o poema que me pediste nos comentários:)
Beijos

Vanda disse...

:-D


é um post de escolha multipla.

perfeitamente.


:-D


Claro que já Ansião, só podia,

ter Netos :)


Queres a receita da caldeirada para ir a leilão ao lado das apetitosas fogaças? ;)


huummmm :)

Gosto das fogaças de Alcochete, com sabor a canela e erva doce, será que as de Netos são iguais?


Beijos, bom dia!

Bernardo Kolbl disse...

Abençoada idiotice!!!
Um abraço.

Lizzie disse...

Aquele pastel de nata parece-me perfeitamente apetitoso

sei lá, o menino táme a fazer imennnsa fome, que coisa, e eu absolutamente não quero tê netos, sei lá, fazem imensos cabelos brancos e rugas e depois é uma pucariá quando andam plo chãozes a arrastar, que nojo

e, caro Alien, com a minha herdada dislexia, ando sempre em acordo ortográfico comigo. Nem imagina as discussões, plenários e conferências entre os meus neurónios. É uma festa.
Por exemplo será bendita etiqueta "maluqueira" ou bemdita etiqueta "maluqueira"?

Esta coisa de abrisileirar faz-me lembrar um filho a bater na mãe e no pai.

Imaginativo post, este seu!

nnannarella disse...

Alien, Alien! Isto é do calor ?! ih ih. De qualquer das maneiras, do que eu gosto mesmo, para além das natas e das estrelícias e das tias a dizer têetos, é da componente enigmática deste post. Olha que dava um belo thriller: o amante da tia Alícia, que era empresário dos Netos e de outros artistas, não lhe perdoa o corte sentimental e ter sido trocado por um toureiro; assim, marca um encontro à beira rio, com o pretexto de lhe entregar cartas conspícuas; a tia acorre de óculos escuros e écharpe sobre o rosto e,como era gulosa, come deliciada os pastéis de Belém... com pitadas de cianeto, que ele lhe leva; mais tarde manda estrelícias ao funeral e escapa-se para uma ilha longínqua, antes que a PJ descubra que pode ser um suspeito. Vive tranquilamente no Pacífico e organiza festas temáticas muito trend em grutas, de cujas estalactites escorre coca e aguardente de côco.
Chães e chães de Vasi!:O

Alien8 disse...

Wind,

Obrigado. E pelo poema também :)

Beijos.

Alien8 disse...

Vanda,

Perfeitamente :)
Não te escapa nada, nem o Ansião!
Receita da caldeirada? Mas qual caldeirada?

(............)

A fingir que não me lembro. Ando um bocado choco eheheh. Quero, pois! Obrigado, desde já!

Fogaças, só conheço as de Vila (aliás, cidade...) da Feira, ou por aí.

Mas estou aberto para todas as sequências, como se diz no póquer:)


Beijos.

Alien8 disse...

Bernardo Kolbl,

Eheh! Podia ter-me dado para pior...
mas agradeço a benção.
Um abraço.

Alien8 disse...

Lizzie,

Já vi qual a alternativa que a menina escolheu... e não vejo lá dislexia nenhuma, é mesmo um discurso muito coerente, sem quaisquêr pucariás .

Eu, na dúvida, diria como o Bernardo, no comentário acima: abençoada :)

Mas a bendita etiqueta "maluqueira" parece-me bem dita. Haja neurónios!!!

Com a sua ideia do abrasileiramento concordo totalmente.

E agradeço o resto.

Alien8 disse...

Nnannarella,

Tu és de força! Isto não era enigma nenhum, até tu o trazeres...

Eis como um disparate inconsequente se transforma em projecto de guião para um thriller, com cianeto & toureiros & cartas conspícuas & tias & mais tudo o que está na quadra...

Que faremos com este guião e com a tua imaginação?

Matamo-lo em Veneza? :)

Pois, foi do calor :)))

Vasi, estalagmites deles.

Teresa Durães disse...

se é perfeitamente idiota ou não, já soltei uma gargalhada!

bettips disse...

Adorei, parecia o dança comigo, tão bem coordenado por tias e tios da linha e sobrinhos dos fins de linha!!!
Agora a sério, brincar é bom e ver brincar, mais bom!
Mais bom não? então: c'est si bon!
Grata por te encontrar...
Bjinhos

CESAR disse...

Caraças...
Lol

Não percebi nada do post.
conseguiste pôr-me dúvidas, tive de ver qual era o plural de chão. é mesmo chãos, tudo aquilo em que acredito volta a fazer sentido. lol

Um abraço.

Lola disse...

Alien,

Tu sabes que o sol te faz mal...

E aquela sangria de champagne...

O pastel de nata era o meu que afinal tu comeste:(((

A nossa amiga cubana, Alicia, não percebeu nada:)))

E os Netos eram gémeos:))

E as tias de Cascais, é melhor ficar por aqui.

E tu nunca mais tens juízo, felizmente:)))

Beijos, estalactites deles.

Vanda disse...

Na falta de pasteis de nata, aqui fica a receita da caldeirada de choco :)


Ingredientes (para 4 pessoas)

2 cebolas
4 dentes de alho
1 malagueta
1 folha de louro
4 tomates maduros
4 tiras de pimento vermelho e 2 tiras de pimento verde
qb de azeite
qb sal
1 raminho de coentros
1 kg de choco congelado
8 Batatas -mas podem ser 10 ;)

Coze-se o choco em água e sal (+/- 30 minutos).

Reserva-se a água da cozedura para a confecção poserior da caldeirada.

Preparam-se as cebolas em rodelas finas, o louro, a malagueta e os alhos, que devem ir a lume brando,com azeite, num recipiente suficientemente grande...

Logo que a cebola aloure e fique macia, acrescenta-se o tomate (previamente cortado em pedaços)e o pimento, deixando cozinhar sem água, apenas por breves momentos.

Acrescenta-se a água do choco, os coentros e as batatas em rodelas.

Acrescenta-se um pouco de sal.

Ao fim de 5 minutos de fervura, adiccionamos o choco já partido em quadradinhos e ao fim de 10 minutos, apaga-se o lume.


(Para servir a crianças, não uso malagueta e acrescento um lombo de pescada.

Se aparece mais um, à ultima hora, acrescento uns camarões e umas delicias do mar...)

Acompanhamento: salada de alface, rabanetes e agrião.

Vinho: Verde, gelado, Vilarinho se possivel :)

Bom apetite, bom fim de semana :)

Beijinhosssss

Alien8 disse...

Teresa,
Vá lá, vá lá... rir até nem é mau :))

Beijos.

Alien8 disse...

Bettips,

Pois... c'est si bon... :)

Bom ver-te também.
Bom fim de semana!

Alien8 disse...

Cesar,

Deixa lá, que também não era para perceber. A menos que sigas atentamente as pistas que foram deixando a Nnannarella e a Lola... :)

Podes estra tranquilo: Tudo aquilo em que acreditas continuará a fazer sentido. Mesmo que o plural de "chão" fosse "chões":))

Um abraço. Bom fim de semana.

Alien8 disse...

Lola,

Pois é, se começas a adivinhar pistas, lá se vai o enigma de que fala a Nnannarella mais acima... gémeos Netos, cubana Alícia...

Agradeço a gentileza da penúltima frase :P

Mesmo assim, a cena do pastel de nata não está lá muito bem contada. Passo a apresentar a minha versão:

"Bamboleei-me" p'ró pastel de nata
Como petiz que vai chutar a bola.
Mas de nada me valeu a bravata:
Já o pastel estava na boca da Lola!


Beijinhos e muitos pastéis de nata!

Alien8 disse...

Vanda,

Obrigadíssimo pela receita da caldeirada de chocos. Vou, desde já, pedir-te licença para a colocar num próximo post, com os devidos créditos. Entretanto, talvez a experimente... que achas? :)))

Só de a ler, já me está a saber bem...

Bom fim de semana e beijos.

Vanda disse...

Experimentem :-D


Nada de créditos ou de fichas :)

Isto é um blog, não é uma slot machine :)


Beijos, bom domingo!

Madame Maigret disse...

Bon Dieu, Mr. Alien, vuálá ici une vraie salade je ne sais pas se russe se natalice, mais j ai surtout compris et aimé l'estrelice!:-)Bonne semaine, toujours avec la bonne disposition!!!

Alien8 disse...

Vanda,

Experimentaremos.
Créditos, sim. Fichas, não :)))
Quanto a isto não ser uma slot-machine, hmmm... nunca se sabe :)
Boa semana.

Alien8 disse...

Madame Maigret,

Merci, une très bonne semaine pour vous, avec beaucoup d'estrelices :)

Mocho Falante disse...

ahahahahahahahahaha,
que grande maluqueira tão bem disposta!!!!

Um grande abraço

Emma Larbos disse...

Torço o nariz ao Acordo ortográfico, já tenho sobrinhos que cheguem aos têetos, não sou purista nem ortodoxa. Fiquei sem alternativas. Não podia arranjar uma alínea c), caro Alien?

Alien8 disse...

Mocho Falante,

:)))))

Um abraço, amigo!

Alien8 disse...

Emma Larbos,

Uma alínea d), no caso, que a c) já lá está :)

Parece-me que não precisa de alternativa, poderá mesmo utilizar o verso original.

Mas...

d) Para quem não gostou do quarto verso da quadra, nem se enquadra (!) em nenhuma das alternativas apresentadas, mais 2 versos 2, além do quarto, e aqui temos a sextilha natalícia:

"Que vai de baixo p'ra cima/
E, parecendo que não rima,/
É uma interessante realidade a considerar sob uma enormíssima quantidade de aspectos".


Obrigado pela ideia :)

MariaTuché disse...

maluqueiras que provavelmente fazem muito sentido.

Acordo ortográfico??? o que é isso amigo??

Beijo muito grande

Teresa Durães disse...

deixo um beijo de verão

Alien8 disse...

Mariatuché,

Então não fazem?
Aliás, o que é fazer sentido? :)
Acordo ortográfico é uma coisa que anda por aí, mas passa :)

Beijinhos para ti.

Alien8 disse...

Teresa Durães,

Dois para ti :)

Alien David Sousa disse...

Maninho, não sei o que andaste a beber mas AMEI este Post. ***** Estrelas! :D
Beijinhos

Alien8 disse...

Mana,

Nem queiras saber :)))

***** para ti também :))))))