Aliencake

Foi numa tarde de sábado, de encontros, reencontros e desencontros, de estreia literária e café, tudo prolongado em noite, jantar e mais café, ficando no entanto curto o tempo. De súbito, aparece-me pela frente um bolo com a minha cara. Um bolo com rosto de Alien. Olhei-o uma e outra vez, e só não me belisquei porque dói um bocado, convenhamos. Mesmo a aliens. As pessoas cantavam os parabéns e batiam palmas, eu ouvia e agradecia, mas mal tirava os olhos do bolo. Fizeram-me pegar nele com uma mão, perante a apreensão de alguns circunstantes, e conduzi-lo, ou deixar que me conduzisse, à mesa improvisada. Vivendo desde sempre em terrível dúvida sobre a minha origem e condição, houve um instante luminoso em que tudo se revelou. "Sou um bolo, afinal sou um bolo!" - exclamei para mim mesmo, entre alguma perplexidade e o alívio de uma certeza há muito tempo aguardada. Foi sol de pouca dura. Lá tive que partir o bolo. Lá tive que me cortar à faca em fatias que rapidamente desapareceram. Ao que parece, estava bom, eu. O facto é que, apesar disso, ainda estou vivo. Não serei, então, um bolo? Serei apenas a recordação dele? Felizmente, a fotógrafa estava lá. Serei assim talvez a fotografia de um bolo. Há piores destinos. Há piores fins de tarde-noite de sábados de lançamentos de livros, encontros, reencontros, desencontros, jantares, cafés, aniversários e ainda mais. Muito, muito piores, garanto-vos.

23 de nov de 2008

Caril de camarão à moçambicana

Receita escolhida, adaptada e enviada pela Vanda (obrigado!), a partir daqui.

Ingredientes:
1 coco
250 gr. de coco ralado

1/2 colher de chá de pó de açafrão das Indias
1 colher de chá de caril

1/2 colher de chá de cominhos

1 colher de chá de coentros

6 dentes de alho
1 colher de sopa ou mais de malagueta moída com com água

3 cebolas

100 gr. de camarão descascado

1/2 ch'avena de água de tamarindo ou 1 colher de sopa de bom vinagre

1 pitada de açúcar

2 malaguetas verdes

sal q.b.
3 colheres de sopa de azeite (aprox.)



Preparação
Rala-se o coco. Tira-se o sumo grosso e deixa-se à parte. Quando se tira o sumo ralo adiciona-se nele o pó de caril, açafrão das Indias, os cominhos, o coentros e os alhos.

Descasca-se o camarão, tempera-se com um pouco de sal e fica uns 10 minutos assim. Corta-se a cebola em meia lua e põe-se a refogar no azeite com uma pitada de de açúcar e um pitada de sal.


Assim que a cebola fique loura, acrescenta-se a pasta da malagueta moída e mistura-se bem com uma colher de pau.

Quando a malagueta estiver tostada deita-se o sumo ralo e deixa-se cozer bem e engrossar, mas não demais.


Lava-se muito bem o camarão e escorre-se. Quando o caril já tiver engrossado um pouco, deita-se o camarão.

Logo que o camarão e
steja cozido deita-se a água de tamarindo ou vinagre e deixa-se levantar duas fervuras.

Por último, deita-se o sumo grosso e uma ou d
uas malaguetas verdes cortadas ao comprido e bilimis também cortados ao comprido ou solans de manga.

Ferve bem.
Depois cozinha em lume brando até o azeite vir à superficie. O caril cozinha-se sempre em panela aberta e fica melhor se for confeccionado numa panela de barro...

Notas da Vanda:
1. Desconheço se em Portugal se vendem Bilimbis, fruto da árvore "Bilimbeiro" e que no Glossário Luso-asiático vêm descritos da seguinte forma: é estimado e tem melhor sorte que a caramboleira; rara será a casa que não possua o seu Blimbeiro e que o não regue. São os nossos tomates perennaes; do mesmo modo que estes na Europa, aqueles temperam na India as comidas.

2. Solans de Manga: talhadas de manga verde, secas e salgadas (in Etnografia da India); servem para condimentar o caril.


3. Para substituir o coco em fruto, julgo que poderemos utilizar 2 ou 3 garrafinhas de leite de coco.


Nota minha: Nota 20 para esta receita! É um caril delicioso, só isso.

Bom apetite! Aceitam-se, como sempre, sugestões de vinhos, entradas, sobremesas...

E aqui vai uma, cortesia da
Tia Adoptada, a quem agradeço a colaboração:

Pegue-se numa taça de gelado, coloque-se dentro uma generosa bola de sorbet de limão, regue-se com Vodka, polvilhe-se de hortelã picada e enfeite-se com bolacha de canudo. Mai nada!

Algumas sugestões da Lizzie (obrigado!), para complementar, aperitivar, o que queiram:

Rosquilhas de abóbora com calda de limão, queijo de cabra basco com pimenta verde mais umas garrafitas ou porrónes de tintol frutado, mais o quê?... Uns espargos salteados em vinagre, ervas e mais coisas que eu não sei, especialidade de Doña Rosa!

A propósito de queijos, e não só, o contributo da Prof, a quem igualmente agradeço:

1 e 2. Envolva um camembert inteiro em massa quebrada, corte os excessos, de forma a não haver sobreposição da massa, «cole» a junção e pique um pouco de uma das faces (do preparado, claro) com um garfo. Corte o resto da massa em pequenos quadrados, deite queijo emental ralado no centro, polvilhe com orégãos e «feche» formando um saquinho ou um travesseiro.
Leve ao forno, junto com o camembert, até a massa ficar cozida. (Provavelmente os «saquinhos» ficarão prontos antes do resto. Costumo colocar cada um dos elementos em bases de papel de alumínio, mas não é obrigatório; caso use o alumínio, não deve fechar completamente.

3. Coza massa fresca (esparguete) «al dente», espalhe num tabuleiro de ir ao forno e cubra metade com queijo emental ralado e outra metade com roquefort (ou misture ambos - depende do gosto dos convivas)
Leve ao forno, até o queijo fundir. Sirva acompanhado de salada de alface.

E ainda: queijo de cabra com batata doce cozida (ou assada), gratinados no forno e temperados com pimenta, azeite e orégãos, como a seguir se ilustra.


Ou: Cozem-se as batatas-doces no vapor, pelam-se, abrem-se ao meio e recheia-se com chèvre e/ou queijo fresco de cabra. Vai ao forno a gratinar.
Serve-se acompanhado de salada (no caso, mistura de alfaces, banana, uvas e papaia) tempera-se com orégãos, pimenta preta e azeite.


E a Arabica trata do café:)




Para a coisa se compor, chega-nos ainda a sugestão da Graça B., que tem mesmo de ser ilustrada, a partir do link que me deixou. Obrigado, Graça, por estes irresistíveis chocolates belgas!




E
a
Arabica
faz o favor
de nos oferecer

mais daquele
providencial café...
com arabescos até
na legenda!





65 comentários:

Arabica disse...

Alien,


...não sei por onde comece...se pela prova desse sucolento e aliciante prato,se por dar os parabéns pela escolha da música :)

Quanto a mim, sejam quais forem as entradas, os vinhos, as sobremesas, recomendo para o término, um forte e saboroso café :))

Sou suspeita, pois...

wind disse...

Excelente receita de abrir o apetite:)
Boa música também:)
Beijos

Anônimo disse...

Pegue-se numa taça de gelado, coloque-se dentro uma generosa bola de sorbet de limão, regue-se com Vodka, polvilhe-se de hortelã picada e enfeite-se com bolacha de canudo. Mai nada!
Um abraço da Tia Adoptada

Teresa Durães disse...

Bom, esta receita deixa mesmo água na boca!

mar disse...

Mais uma receita de fazer água na boca :)
E eu, que tenho q ir agora a correr, para as aulas, e depois almoço uma qq porcaria lá no bar, e mais depois ainda, chego tarde e cansada para fazer tal pitéu :(
talvez no fim de semana.

Beijos

Vanda disse...

Alien,


Esta receita é realmente merecedora de atravessar continentes e mares :))

Um dia hei-de pô-la em prática :)


És um afortunado por tê-la provado na sua origem!


Quanto à sobremesa da Tia Adoptada cairá decerto muito bem :)


Beijinhos e votos de uma óptima semana!

Lizzie disse...

Alien, lá pelo facto de ser alérgica ao caril com direito a altas doses de antihistaminico, não significa que não vá buscar o creme hidratante para besuntar as mãos depois de voltar a lavar a loiça:))

Ele há pessoas cá com um destino...:)

Beijos

Alien8 disse...

Arabica,

Café registado!

Mais que suspeita, até tens bica no nome :) Como se não bastasse o Arabica...

Alien8 disse...

Wind,

Lá abrir o apetite, abre :)

Beijinhos.

Alien8 disse...

Tia Adoptada,

Obrigado pela sugestão, vai já para a ementa :)

Alien8 disse...

Teresa,

Pois é, são as vantagens do liberalismo alimentar :P

Beijo.

Alien8 disse...

Mar,

Pois que seja no fim de semana, que no bar da escola não comes disto :)))

Beijinho.

Alien8 disse...

Vanda,

Não duvido de que a vás pôr em prática. E, de facto, tive sorte em prová-la (muitas vezes:) na origem. Nham!

Boa semana para ti e

Um beijo.

Alien8 disse...

Lizzie,


Ohhhhhhhhhhh! Agradeço, em todo o caso, a tua generosidade!

É possível que, além da sobremesa, se arranjem umas tapas para ti :)

Beijos.

bettips disse...

Estes gatarrões têm uma pedalada...quais trinta anos passados, qual quê!
Com estas duas receitas ficava pior que a ervilha do comentário da Vanda!
Ainda me ofereço para por a mesa se me arranjam um cantinho ...
Bjinhos

Teresa Durães disse...

Liberalismo alimentar? Essa é boa, como se o vegetarianismo não fosse liberal também! Há um restaurante tibetano em Lisboa que mostra bem o quão liberal pode ser! E as sobremesas de lá? Hum!

Alien8 disse...

Bettips,

:))))))))))))))

Tens sempre aqui lugar. Não é preciso pores a mesa, mas até pode dar jeito :)

Beijos.

Alien8 disse...

Teresa,

Ah ah ah! Eu sabia que não ias resistir à provocação. Eu sabia :)

No entanto, não vou responder que poder comer de tudo é mais liberal que poder comer apenas o que comem os vegetarianos, e mais liberal ainda do que poder apenas comer o que comem os vegans. Factos são factos, liberdade absoluta e total é liberdade absoluta e total, mas, como disse, não vou responder-te assim. Respeito todas as opções.

Em vez disso, uma perguntinha: Queres ou não um lugar à mesa? Porque já podes, e antes não podias, porque te auto-limitavas.

(Claro, arranjava-te quase sempre uma variante vegetariana, mas assim nem é preciso).

Então,

vai um caril camarão à moçambicana?

Com a sobremesa sugerida?

Tu sabes que tens aqui lugar cativo, há muito, muito tempo.

Beijos.

Arabica disse...

Alien :))


Temos que fazer o caril de camarão sem caril para a Lizzie :)

Razão tinha o link em não adiccionar o caril ;))


Para a compensar...tens uma mesa de queijos bem recheada, não é?

E azeitonas? :))

E vários tipos de pão? :))


Uma "salada de camarão especial" para quem é alérgico ao caril também se inventa num instante :)


Beijinhos :))

Alien8 disse...

Arabica,

Ocorreu-me precisamente o mesmo da falta do caril na receita :)))

Para a Lizzie, podem ser uns camarões tigre de Moçambique grelhados. Ou camarões "King" fritos.
Ou a salada que sugeres. Que ninguém fique sem comer aqui!

Beijinhos.

Teresa Durães disse...

Junto-me à mesa, sim! Mas no fim preciso de uma varanda ou espaço para poder fumar.

Liberalismo não é o equilibrio do mercado por si só? Então, vegs continuam a ter lugar por um nicho de mercado que se autoregula!

Lizzie disse...

Pronto, Alien e Arábica, lá se vai a minha dieta.
Que maus! A dessassogarem assim uma pessoa!Ele é CAMARÃO (ai), ele é PÃO e AZEITONAS mais QUEIJOS...

Perdida por um perdida por mil: vou trazer umas rosquilhas de abóbora com calda de limão, queijo de cabra basco com pimenta verde mais umas garrafitas ou porrónes de tintol frutado, mais o quê?...
uns espargos salteados em vinagre,ervas e mais coisas que eu não sei,especialidade de Doña Rosa!Já ouvi dizer que os vou comer amanhã como "primero" ao jantar:))

(porque será que os espargos são tão baratos em Espanha e aqui tão caros?)

Agradecida pela atenção face à minha alergia:))

prof disse...

bem, ousarei deixar aqui 3 receitas com queijos, pode ser que interessem:
1 e 2. Envolva um camembert inteiro em massa quebrada, corte os excessos, de forma a não haver sobreposição da massa, «cole» a junção e pique um pouco de uma das faces (do preparado, claro)com um garfo. Corte o resto da massa em pequenos quadrados, deite queijo emental ralado no centro, polvilhe com orégãos e «feche» formando um saquinho ou um travesseiro.
Leve ao forno, junto com o camembert, até a massa ficar cozida. (Provavelmente os «saquinhos» ficarão prontos antes do resto. Costumo colocar cada um dos elementos em bases de papel de alumínio, mas não é obrigatório; caso use o alumínio, não deve fechar completamente.
3. Coza massa fresca (esparguete) «al dente», espalhe num tabuleiro de ir ao forno e cubra metade com queijo emental ralado e outra metade com roquefort (ou misture ambos - depende do gosto dos convivas)
Leve ao forno, até o queijo fundir. Sirva acompanhado de salada de alface.
Bom apetique, que eu vou lanchar
:-)

Alien8 disse...

Teresa,

Quando usei a expressão "mais liberal" estava a pensar em tudo menos no conceito económico de liberalismo (ou, se preferires, no conceito de liberalismo económico).

Nem sequer pensei no liberal = generoso, empregue no célebre verso de Pessoa.

Referia-me apenas à maior ou menor liberdade ("libertas... liber...") de comer de tudo. Isto, obviamente, continuando a brincadeira. :)

Mas agora, num gesto largo, liberal e moscovita, construo-te desde já uma ampla varanda para fumares os teus cigarrinhos, ou charutos, ou o que queiras fumar :P

Quanto aos vegs terem lugar, isso nem se discute. Sabes que sempre aqui o tiveram. Se se auto-regulam ou não já é assunto que me ultrapassa :)

Fico feliz por te ver aqui à mesa, e bem disposta.

Um beijo, liberalíssimo!

Alien8 disse...

Lizzie,

E nada disso te fará mal :)

Obrigado pelas tuas ideias, que também vão para o menu. Esses petiscos até soam bem, quanto mais saberem!

Quanto ao preço dos espargos aqui e em Espanha, pergunta à Teresa, ela é que é a especialista em mercados :)))

Um beijo.

Alien8 disse...

Prof,

Fez muito bem em ousar. Volto a agradecer, que a ementa está a ficar digna de um banquete.

Por acaso, já lanchei :)

prof disse...

claro, que com tanta conversa sobre queijo, o meu jantar só poderia ser... queijo :-)
queijo de cabra com batata doce cozida, gratinados no forno e temperados com pimenta, azeite e orégãos. A receita não é invenção minha... mas tenho pena:-)
p.s. enquanto esta música andar por aqui, torna-se-me perigoso cá vir depois do jantar: o pezinho já está a saltar e o sono já se foi
:-)

Alien8 disse...

Prof,

O jantar foi bom!

Esta música, realmente, puxa... deve ser para ajudar à digestão! :)

Teresa Durães disse...

eu sei que os vegs aqui sempre tiveram lugar! Brincava contigo e as palavras! Esta proposta de ementa está cada vez mais a compor-se. E viva o café no fim!

Arabica disse...

E eu (salvo erro) até cá deixei uma receita especialmente para a Teresa-Vegan :)


E viva tudo :))

Graça B. disse...

Bem...depois desta profusão de iguarias só me resta propor uma diversificação geográfica do repasto e oferecer-me para trazer uns chocolates belgas para servir com o café a quem apreciar. É contributo modesto para um manjar cheio de sabores e criatividade, mas pelo menos é de boa vontade (mesmo sabendo que a boa vontade sozinha não serve para nada a maior parte das vezes). Depois posso ficar a lavar os pratos, desde que o som da Marrabenta Star de Moçambique chegue à cozinha. Sempre pode ser uma forma de expiação para me redimir de querer dizer coisas com códigos desapropriados. Digo eu, é só uma sugestão.

Um bom fim-de-semana.

Alien8 disse...

Teresa,

E eu entrei na brincadeira.
Sempre gostei do teu sentido de humor. Desde os tempos do Rufus :)

Eh eh!

Olha, e que tal uns chocolatinhos belgas?

Alien8 disse...

Arabica,

Dexaste, sim! Ou alguém com outro nome, sei lá :)

Pois viva! :)

Alien8 disse...

Graça B.,

É uma excelente sugestão, que já foi para a ementa. Aquela foto é uma tentação!

De resto, não tens nada de que te redimir, mas... aceito a ajuda na lavagem dos pratos, com música, evidentemente. Já são duas voluntárias:)

Bom fim de semana!

Graça B. disse...

Ena, Alien! Os chocolates ficaram tão lindos que até dá pena comê-los. Em Setembro empanturrei-me a olhar para eles na Bélgica, mas só os provei quando cheguei a Lisboa porque os embrulhos eram tão bonitos. Mas os ditos são mesmo deliciosos. Obrigada por teres aprovado a sugestão e a teres colocado na ementa. Quem visita este post sai de cá com o estômago bem aconchegadinho. :) No próximo repasto trago umas farófias que é a sobremesa que sei fazer melhor. Fica prometido. Bom fim-de-semana!

Graça B. disse...

Ah! E continuo na lista dos que vão lavar pratos. Até porque é um excelente ritual de socialização.
:)

prof disse...

era disto que eu falava, há atrasado - a pimenta preta dá-lhe um gosto inusitado!!!

Alien8 disse...

Graça B.,

Farófias são uma das sobremesas de que mais gosto, desde a infância, quando as fazia a minha avó.

A foto dos chocolates: Andei a procurar um termo que de algum modo a definisse, e hoje pareceu-me que LUMINOSA não estaria mal.

Bom fim de semana!
Eu é que agradeço as tuas contribuições, socialização incluída :)

Alien8 disse...

Prof,

Obrigado pelo link. Vai para junto dos teus outros "apports", nem que seja por também usar queijo... :)

Bom fim de semana!

bettips disse...

Vocês são...deliciosos/as!
Beijinhos aos grandes chefes e cabeças de farófias.
(e pelos vistos andei pelos lados da Vanda e da Arábica, sem saber ainda como, mas acreditando piamente que o mundo é redondo)
Dos mesmos beijinhos à Lola que se fartará de rir com estes pitéus à mesa, sem mexer um dedo no fogão!
E já dizia a minha avó "quem tem amigos, não morre na cadeia!".
Eu direi, no presente: quem tem net e destes amigos, morre consolado...

Lola disse...

Alien,

Mas que bela festa.

E eu adoro caril. E este é especial.

Pode ser que eu me tente a comprar os ingredientes e a fazê-lo para todos nós:)))

As sobremesas, o vinho, o café e os chocolates são divinos.

A merecer a melhor degustação.

E a música?
Já te estou a ver a dançar com o teu jeitinho verde:)))
Marrabeeenta.

Começo a perder a preguiça, a esticar os bracinhos e a chegar lá...

Beijos grandes

Arabica disse...

Alien,

Bom, as receitas são todas de fazer crescer àgua na boca!

Que delicia!!!



Eu também me ofereço para lavar a louça...isto...se entretanto não acontecer nada de grave ;))

Eu julgo que já chamaram o 112 :)


E talvez tenham razão :))

Pois.... já imaginas-te uma pessoa num cyber, a abanar-se com a música e a babar-se com as iguarias, para além do sorriso estampado no rosto? :-D

Pois sou eu, sim senhora :)) a que ainda corre o risco de ser enviada hoje para uma qualquer urgência :)

Fico contente com as melhoras da Lola: esticar os bracinhos é bom :)

...e ainda melhor se for para um abraço :)e aqui ficam dois :))

Arabica disse...

Alien :))

Adorei o arabesco :))


Obrigada!!!

prof disse...

rectificação: as primeiras batatas foram assadas no forno. (Eu não disse que a receita não era minha?) Quando fui recheá-las já estavam peladas e eu, tonta, pensei que eram cozidas. Ontem fiz cozidas, com chèvre, e então é que me esclareceram que as da outra vez tinha sido assadas!...
Mais tarde forneço foto e comentários.

prof disse...

Como disse, ontem fiz a receita das batatas-doces , mas com chèvre ( e cozidas, em vez das assadas da receita anterior). Acabei por colocar quijo de cabra fresco à mesma numa das batatas.
Conclusões:
1. com a batata assada, fica mais «guloso»
2. O chèvre dá um sabor mais intenso mas eventualmente também mais enjoativo.
3. com o queijo fresco fica mais suave (para quem não gosta de emoções fortes).
4. Eu não prescindo da pimenta, que dá um toque muito especial, mas houve convivas que não a usaram e gostaram igualmente.
5. As uvas dão um toque agradável e a papaia e a banana, com a pimenta, ficam... exquisit :-)

Alien8 disse...

Bettips,

Cabeças de farófias está muito bem visto :)))

Tens razão: com net e boa comida, não há morte que resista :)

Beijinhos e boa semana!

Alien8 disse...

Lola,

Com que então, a esticar os bracinhos? :)))

Eu não perderia um caril feito por ti por nada deste mundo, dados os antecedentes :)

Quanto à dança, nem é bom falar... nada bom eheheh!

Beijinhos.

Alien8 disse...

Arabica,

Eu imagino o sucesso no cyber!!!!

O teu café estava excelente. Das Arábias! :)

E o teu contributo para esta refeição foi decisivo.

Mereces a medalha de ouro :)

Boa semana e beijos.

Alien8 disse...

Prof,

Agradeço as alternativas! Esta refeição está mesmo a ficar de antologia :)

Boa semana e bom apetite :)

Mocho Falante disse...

Amigo Alien

assim se vai engordando pá! Pela tua saúde tu evita mais posts de fazer crescer água na boca lolololol


Aquele abraço

Arabica disse...

Alien :))


Medalhas de ouro não são tão saborosas como a alegria, as receitas e a boa convivência desta mesa :)


Isso sim :))


É isto que é importante :))


Nada mais :)


Besos

Alien8 disse...

Mocho Falante,

Como poderei evitar posts destes, quando as contribuições são tão deliciosas?

Saúdo o teu regresso com um abraço!

Alien8 disse...

Arabica,

Pois sim, é como dizes.

Mas levas na mesma a medalha :)))

Beijinho.

Teresa Durães disse...

ai, chocolatinhos belgas! Já não se pode vir aqui pois fico a babar-me... Maldita água que escorre!

Alien8 disse...

Teresa,

Serve-te :)

Pois, maldita água... e frio a mais. Estou gelado. Brrrrrr!

Beijos.

Arabica disse...

Teimoso :)


Levo os chocolates e deixo a medalha :)

Alien8 disse...

Arabica,

Pronto, pronto... ok, leva lá a bicicleta, perdão, os chocolates :)

Graça B. disse...

Que grande banquete! Vir aqui muitas horas depois das refeições não é nada prudente. E os chocolates ainda duram? Ou será que ficou um, aquele último que costuma ficar sempre no prato e todos têm vergonha de tirar? :)

Alien8 disse...

Graça B.,

Pois ficou. Enquanto não aparecerem mais, lá terá de ficar :)

prof disse...

Graça B, isso era dantes :-(
isso era antes da publicidade do mon chéri - e foi por causa DESSA publicidade que deixei de comer os ditos)

Graça B. disse...

Alien e prof, visto que os convivas não estão a conseguir deixar a mesa - começo a ficar nervosa. há-de ser Natal e a mesa ainda posta, a loiça por lavar e não sei como terão espaço para as delícias natalícias - deixo aqui mais uns chocolatitos. Escolhi FR em vez de Mon Chéri a pensar em si, prof.

:))

prof disse...

Obrigada, Graça. Vem mesmo a calhar: estava a apetecer-me... algo.... :-)
Bem, pela minha parte... posso oferecer-me para fazer o bacalhau, que sou pouco dada a (confeccionar) doces. E para a lizzie, até se arranja um «bacalhau fingido» :-)

Alien8 disse...

Prof,

É conveniente deixar um cham,ariz, para que quem generosamente ofereceu os chocolates se lembre de que vão ser precisos mais :)

Eram, quero eu dizer!

A receita seguinte não será de bacalhau, foi-me pedida há algum tempo, mas a sua terá sempre aqui lugar, com os meus agradecimentos.

Até a do fingido :)

Alien8 disse...

Graça B.,

É muita amabilidade tua. Mesmo a tempo! :)

FR é sempre uma boa escolha. Pelo menos, é algo...

Muito obrigado!

P.S.: A Lola, a quem acabo de transmitir pelo telefone o conteúdo do teu comentário no blog dela (excepto o que está no link...), agradece e promete que amanhã vai vê-lo. E manda-te um beijinho.

Graça B. disse...

Alien,

Esta tua resposta escapou-me sem querer. Muito obrigada pela gentileza de teres transmitido à Lola o meu comentário e me teres deixado aqui este pêéssezinho simpático. Já lá vou visitá-la e à sua Natália.
:)