Aliencake

Foi numa tarde de sábado, de encontros, reencontros e desencontros, de estreia literária e café, tudo prolongado em noite, jantar e mais café, ficando no entanto curto o tempo. De súbito, aparece-me pela frente um bolo com a minha cara. Um bolo com rosto de Alien. Olhei-o uma e outra vez, e só não me belisquei porque dói um bocado, convenhamos. Mesmo a aliens. As pessoas cantavam os parabéns e batiam palmas, eu ouvia e agradecia, mas mal tirava os olhos do bolo. Fizeram-me pegar nele com uma mão, perante a apreensão de alguns circunstantes, e conduzi-lo, ou deixar que me conduzisse, à mesa improvisada. Vivendo desde sempre em terrível dúvida sobre a minha origem e condição, houve um instante luminoso em que tudo se revelou. "Sou um bolo, afinal sou um bolo!" - exclamei para mim mesmo, entre alguma perplexidade e o alívio de uma certeza há muito tempo aguardada. Foi sol de pouca dura. Lá tive que partir o bolo. Lá tive que me cortar à faca em fatias que rapidamente desapareceram. Ao que parece, estava bom, eu. O facto é que, apesar disso, ainda estou vivo. Não serei, então, um bolo? Serei apenas a recordação dele? Felizmente, a fotógrafa estava lá. Serei assim talvez a fotografia de um bolo. Há piores destinos. Há piores fins de tarde-noite de sábados de lançamentos de livros, encontros, reencontros, desencontros, jantares, cafés, aniversários e ainda mais. Muito, muito piores, garanto-vos.

27 de abr de 2006

Teach Your Children




You who are on the road
Must have a code that you can live by
And so become yourself
Because the past is just a good-bye

Teach your children well
Their father's hell did slowly go by
And feed them on your dreams
The one they pick's the one you'll know by

Don't you ever ask them why
If they told you, you would cry
So just look at them and sigh
And know they love you

And you of tender years (Can you hear and do you care and
Can't know the fears Can you see we
That your elders grew by Must be free to
And so please help Teach the children
Them with your youth To believe and
They seek the truth Make a world that
Before they can die We can live in)

Teach your parents well
Their children's hell will slowly go by
And feed them on your dreams
The one they pick's the one you'll know by

Don't you ever ask them why
If they told you, you would cry
So just look at them and sigh
And know they love you

22 comentários:

wind disse...

xiiiiiiiiiiiiiiii, vi estes senhores no cinema no festival e woodstock. Depois não mais parei de ouvir os vinis deles com o Neil Young e esta era uma das minhas músicas preferidas:))) Penso que esta ouvi tinha eu entre os 17 e os 19 anos. Há uma eternidade.lololol. beijos

Alien8 disse...

Wind,
Uma excelente banda, e todos eles também com bons trabalhos a solo. Por diversas razões, gosto muito desta música e desta letra. Estavam destinadas a ser post :)
Beijos.

Parrot disse...

Caro Alien8,

Passei a correr para te deixar um bom dia (ainda pensava que estavas a comemorar o Abril) e deparei-me com isto.
Grande música e grande letra....para começar bem o dia.

Grande abraço e bom trabalho, se for caso disso. :)

Alien8 disse...

Parrot,
Obrigado, um grande abraço para ti, um óptimo dia, de trabalho ou não :)

Pinto Ribeiro disse...

( Alien: em caso algum alguma vez me estava a referir a si. as minhas desculpas se assim o percebeu. tenho bastante consideração por si. um abraço ).

Alien8 disse...

PR,
Ok, já percebi, agradeço o esclarecimento, e estou bastante satisfeito por o ter vindo fazer também aqui.
Abraço.

maloud disse...

Alien
Sabe sempre bem regressar à juventude. E então, depois daquela "tourada", é essencial, para repôr a sanidade.

Alien8 disse...

Maloud,
Olá se sabe! Estas viagens são do melhor que há. Então a francesinha, estava boa?

maloud disse...

Alien
Uma delícia. Picante quantum satis, como eu gosto. Só não acompanho com cerveja. Detesto. Lá teve que ser o tinto do Douro. Também é um regresso às origens.

Bisous

Alien8 disse...

Maloud,
Lá teve que ser...? Haha! E que belas origens!

Caracolinha disse...

Can you see we
Must be free to
Teach the children
To believe and
Make a world that
We can live in

nada mais adequado para seguir o que ainda nos resta das comemorações de Abril ... são estes os valores que só pode passar quem apreendeu ... porque valores, os verdadeiros, não caem do céu, aprendem-se à nossa custa e à custa daqueles que nos amam e nos ensinam diariamente que temos que respeitar para ser respeitados ... e quem nem sempre aqueles que concordam com tudo o que dizemos são os nossos melhores amigos .... amigos são aqueles que dizem o que pensam e não aquilo que queriamos que dissessem ... so let's teache the children ... and some adults as well ... :))))

Ora deixo aqui os meus parabéns aos 5 gatinhos que resolveram dar os primeiro fôlego no dia da liberdade, estão destinados a grandes miados esses pequenotes !!!!

Ficam os usuais beijnhos encaracolados a ti amigo 8, à tua (linda) mulher, ao talentoso Luís e à gataria !!!!

Lambidelas do Freud a todos também ... que à sua boa maneira de cão que está de bem com a vida, dorme relaxadamente a gozar os prazeres de cada uma das toneladas de afecto que recebe !!!! :))))))))

Alien8 disse...

Caracolinha,
Vamos, pois, a isso. Procurar ensinar. E, mais importante, procurar aprender.
A família toda, gataria incluída, agradece os beijinhos e as lambidelas do Freud (salvo seja :)))
Beijocas para ti.

Cila disse...

que linda ninhada e gatinha:).
A musica/ letra q escolheste faz parte daquelas coisas boas que se vivem...
mas tal como ela diz é preciso ser livre para ensinar as crianças para q acreditem....
uma mensagem forte entre outras.
beijinhos

mar disse...

A musica não ouço..... .(((
A letra dispensa comentários :)))
Beijos já em fds prolongado....

Alien8 disse...

Cila,
Há outra leitura: temos de ter a liberdade de ensinar as crianças, etc...
Porque, se estamos à espera de ser livres, nunca mais as ensinamos :)

Bom fds prolongado e um beijo.

Alien8 disse...

Mar,
Não ouves porque não queres, porque não carregas na setinha de start ou porque mesmo carregando não dá?
Bom fds e um beijo para ti também.

Lola disse...

Alien
Excelente escolha...
Não sei se há discos pedidos...mas eu gostava de ouvir El colibri, pode ser na tua versão.
Beijos
Lola

Alien8 disse...

Na minha versão, hmmm.... não percas a fé, mulher! :)
Beijocas, já passeei...

LM disse...

Grande, grande música,Alien!
Beijos

Alien David Sousa disse...

Gostei!

Alien8 disse...

LM,
Evidentemente :)

Alien8 disse...

Alien David Sousa,
Ou não fosses alien :)