Aliencake

Foi numa tarde de sábado, de encontros, reencontros e desencontros, de estreia literária e café, tudo prolongado em noite, jantar e mais café, ficando no entanto curto o tempo. De súbito, aparece-me pela frente um bolo com a minha cara. Um bolo com rosto de Alien. Olhei-o uma e outra vez, e só não me belisquei porque dói um bocado, convenhamos. Mesmo a aliens. As pessoas cantavam os parabéns e batiam palmas, eu ouvia e agradecia, mas mal tirava os olhos do bolo. Fizeram-me pegar nele com uma mão, perante a apreensão de alguns circunstantes, e conduzi-lo, ou deixar que me conduzisse, à mesa improvisada. Vivendo desde sempre em terrível dúvida sobre a minha origem e condição, houve um instante luminoso em que tudo se revelou. "Sou um bolo, afinal sou um bolo!" - exclamei para mim mesmo, entre alguma perplexidade e o alívio de uma certeza há muito tempo aguardada. Foi sol de pouca dura. Lá tive que partir o bolo. Lá tive que me cortar à faca em fatias que rapidamente desapareceram. Ao que parece, estava bom, eu. O facto é que, apesar disso, ainda estou vivo. Não serei, então, um bolo? Serei apenas a recordação dele? Felizmente, a fotógrafa estava lá. Serei assim talvez a fotografia de um bolo. Há piores destinos. Há piores fins de tarde-noite de sábados de lançamentos de livros, encontros, reencontros, desencontros, jantares, cafés, aniversários e ainda mais. Muito, muito piores, garanto-vos.

19 de mai de 2006

Receita da semana - Dourada ao sal


Ingredientes para 4 pessoas:
* 1 dourada de 1,5 Kg aprox.
* 2 Kg de sal de cozinha grosso especial
* 1 folha de louro

Acompanhamento:

* 500 gr de batatas pequenas
* molhos preparados

Preparação:
1. Ao comprar a dourada, convém pedir que a esvaziem pela boca e a entreguem sem ser escamada. Se não tiver sido esvaziada pela boca e houver uma abertura por baixo da cabeça (em qualquer caso, não se deverá fazer um corte longo no ventre), antes de cobri-la com sal pode tapar-se a abertura com papel de alumínio.
2. Aquecer o forno a cerca de 220ºC.
3. Colocar num tabuleiro refractário metade do sal humedecido, bem calcado.
4. Colocar a dourada, já limpa, sobre o leito de sal. Pôr sobre o lombo a folha de louro e cobrir com o resto do sal, apertando bem para que fique compacto e uniforme.
5. Introduzir o tabuleiro no forno a cerca de 220ºC durante 35-40 minutos (ou até que se veja o sal a abrir fendas).
6. Entretanto, cozer em vapor as batatas, que devem ser pequenas e de tamanho uniforme.
7. Terminada a confecção no forno, retirar com cuidado a crosta de sal, que levará consigo a pele do peixe. Se ficar algum pedaço, retirá-lo com papel de cozinha untado com azeite.
8. Servir a dourada tal como sai do forno. Oferecer como acompanhamento as batatas e vários tipos de molhos, feitos em casa ou comprados.

Nota: Retirar muito bem o sal que tiver aderido à superfície. Os alimentos preparados em sal não ficam salgados, ao contrário do que se possa pensar. Ficam com o sal suficiente.

Espero que gostem. Fico agora à espera das vossas sugestões sobre vinhos e sobremesas.
Bom apetite!

23 comentários:

Pêndulo disse...

Quando vi o título, de relance e antes de a imagem ser visível, pensei que viesse aí uma qualquer beldade tropical em biquini. Depois é que me apercebi que era "Dourada ao sal" e não "Dourada ao sol".
Não vai há muito que, em boa companhia, comi uma dourada em Setúbal, num daqueles restaurantes com esplananda em que se vai levando com o fumo do assador. Já lá a comi inteira, semelhante à da receita, mas desta vez veio aberta ao meio, separada em duas metades. Gostei do sabor, de ser eu a pagar a conta é que nem tanto.

mar disse...

Ora amigo Alien, essa receita é mais um valor seguro, apreciada pela familia e de fácil confecção.
Qtb à sobremesa, que tal uma mousse de manga bem fresquinha??
Eu sei q é um bomba de colesterol, mas o peixe contrabalança..... :)))
beijos e boas douradas

wind disse...

Como não gosto de peixe (agora tu dizes:esta tipa é chata na comida-e sou mesmolololol), aconselho um bom vinho branco Dão Cardeal e como sobremesa bavaroise:) beijos

Teresa Durães disse...

Sugiro retirar o peixe....

Caracolinha disse...

Olá amigo 8 (o tal número que eu amo profundamente !!!!) ... or ... shall I say, mestre silva ????

BBBeeemmm, o teu blog, definitivamente virou um regalo para os olhos e para o paladar !!!!

Olha a minha sugestão é ... por favor, não apresentes aqui nenhuma receita de caracóis ... partias o coraçãozinho aqui da molusca !!!!

Um beijinho para a tua linda mulher (diz-lhe que tenho saudades dela lá na casquinha...), para o Luis, para ti e para toda a gataria ... espero que os cinco ainda sejam cinco ... e claro, aqui o amigo Freud, diz que na douradinha também fincava o dente pois então ... lambidelas dele para todos !!!!

Tuche disse...

Amo esta receita, faz parte das preferidas lá em casa.
Para o vinho eu aconselho um Bom Vinho Verde

Mas para sobremesa algo fresco e como o Verão está ai por mim seria:

Tarte de Manga

1 lata de manga em calda
1 pacote de gelatina de ananaz(royal)
1/2 lata de leite condensado

Para a Base da tarte

1 pacote de bolacha Maria
150grs manteiga

1 Tarteira de fundo falso

Picar a bolacha no 123(picadora) até esta ficar bem moida
derreter a manteiga em lume fraco
Depois misturar a manteiga na bolacha até ficar tipo uma massa para depois forrar a tarteira de fundo falso com a palma da mão.
Levar esta base ao congelador por 1 hora

15 minutos antes preparar o recheio da tarte

Num batedor ou com varinha mágica(e copo misturador) juntar a manga, a meia lata de leite condensado e a gelatina de ananáz(fazer receita de 1/4 água fria e 1/4 de água quente conforme está descrito no pacote. Juntar tudo até formar uma pasta, cerca de 10 minutos se for em Misturadora e se usar varinha tem que ser mais 5 minutos.
Depois tirar a tarteira do congelador e deitar o recheio dentro.
Convém estar 4 a 5 horas pelo menos no frigorifico para solidificar bem.
Parece complicado mas não é, e é deliciosa
Beijoss:)

maloud disse...

Alien
Se no sal misturar uma clara, fica mais fácil de moldar. Ainda bem que hoje comprei dourada.

Tuché
Faça lá uma sugestão de um branco maduro. Só bebo o verde como aperitivo. A tarte de manga está perfeita. Amanhã faço.

Parrot disse...

Alien8
Como a tuché foi de férias, com a vossa permissão, aqui vai a minha sugestão para os vinhos.

Vinho Verde:
Quinta do Ameal 2000

Um vinho verde branco, 100% Loureiro. Uma relação qualidade preço muito boa.

A pedido da Maloud, não vamos olhar à carteira, e vamos comemorar, afinal não é todos os dias que se inauguram rubricas destas. :-)

Vinho Branco Maduro
Redoma Reserva Branco 1997

Um douro branco de qualidade

Espero que gostem

Abraço

PS - Um dos meus pratos de peixe preferidos, boa escolha .;-)

maloud disse...

Parrot
Lá vou eu rumar à Galeria dos Vinhos {passe a publicidade}. Gosto quase sempre de Douros e de alguns Bairrada e Beiras.

Alien
Agora outra coisa. Porquê os molhos? É por isso que só comem uma vez por semana. Azeite e só azeite.

Parrot disse...

Maloud,

Olhe que este do douro é bom mas é "fogo" e, provavelmente, apenas o encontra numa garrafeira (no Porto existem algumas muito boas) .
Quanto aos seus gostos....bons gostos os seus. Pessoalmente, Douro, Dão e Alentejo têm vinhos fantásticos....questão de bolsa e de ocasião. Dos verdes…gosto do Alvarinho, mas mais do lado de lá da fronteira.

Alien8 disse...

Pêndulo,
Dourada ao sol? Não querias mais nada! Tens que esperar um mesito pela época de praia, e mesmo assim...
Conheceste a outra dourada num belo sítio para se comer peixe, sem dúvida.
Para a próxima, alguém mais há-de pagar. Acho eu :)
Bom fim de semana.

Alien8 disse...

Mar,
Obrigado pela sugestão de sobremesa. Se tiveres pratos mais complicados e quiseres revelar alguns, estou curioso... :)
Bom fim de semana.
Um beijo.

Alien8 disse...

Wind,
Deixa lá, bebe só o Dão, que não é nada mau :)
Obrigado pela sugestão e bom fim de semana.
Um beijo.

Alien8 disse...

Tuché,
Obrigado pela sugestão e pela receita de tarte de manga, que terá o devido relevo :)
Bom fim de semana.
Beijinhos.

Alien8 disse...

Teresa,
E come-se só o sal? :)
Ah, esquecia-me das batatinhas... Está bem, então, eu como a tua dourada e não se fala mais nisso.
Bom fim de semana.

Alien8 disse...

Caracolinha,
Quais mestre Silva :)
Podes estar descansada, que eu não gosto de caracóis. Com uma única excepção, está bem de ver. :)))
Beijos para ti, festinhas ao Freud e passem um bom fim de semana.

Alien8 disse...

Maloud,
Obrigado pelas sugestões. Os molhos são opcionais. Há quem goste deles com as batatinhas...
Por mim talvez nem azeite.
Bom fim de semana.

Alien8 disse...

Parrot,
Obrigado pelas tuas sugestões de vinhos, que serão devidamente divulgadas. Gosto de Douro, Dão e Alentejo. E Colares, já agora.
Um abraço e bom fim de semana.

Teresa Durães disse...

(parece que não vim a tempo)

Vinho verde? Loureiro?

Desculpem, Vinho Verde Casta Loureiro é o de Ponte de Lima (que por acaso é a terra da família paterna e nós pomos umas gotinhas lá na adega...)


Fora de graças, o vinho verde bebe-se sempre do ano (o último). Gelado, bem gelado. Combina melhor com marisco e Lampreia, por exemplo. Claro, no Minho bebe-se com tudo eheheheh

Um P.S. - Tiro o peixe, fico com as batatas, a salada (ninguém colocou salada a acompanhar???), a tarde da Tuché e o vinho!

maloud disse...

Parrot
No dia a dia bebo água, excepto nas férias. Litros, por causa da pedreira de "diamantes" que tenho nos rins e outras chinesices decorativas. Os tintos oferecem-mos. Tenho alguns contactos priveligiados no Douro {as minhas raízes} e em St.Émilion e Paulliac. Vai daí sempre posso fazer umas extravagâncias com os brancos.
Quanto à Galeria dos Vinhos é uma garrafeira que existe na Alameda, isto é, junto a minha casa.
Como vê Baco ou Dionísio protegem-me.

Parrot disse...

Maloud,

Não conheço, mas anotei. Para mim os vinhos são uma descoberta recente....e são para degustar com moderação, e se possível na companhia de amigos (para mim tem melhor sabor...não sei porquê).

Já reparei que está bem informada, mas para uma ocasião bem especial, e se me permite, aconselho a provar um vinho chamado "Incógnito". Vinho do Alentejo. Prepare a carteira, mas vale quanto custa.

Bom fim-de-semana

Abraço alien....desculpa a intromissão para responder à Maloud

Cristina disse...

vinhos...

gosto do ad. cop. de ponte de lima:)) com essa dourada, excelente:)


sabes que essa receita faço-a com qualquer coisa (peixe ou carne), já experimentaste com lombo de porco? é bom..

sobremesa? vou na simplicidade, leite creme.

jinhos

Alien8 disse...

Cristina,
Lombo de porco ao sal nunca comi, mas deve ser bom. Só me aconteceu comer lombo de porco salgado:)
Obrigado pelas sugestões.
Beijinhos.