Aliencake

Foi numa tarde de sábado, de encontros, reencontros e desencontros, de estreia literária e café, tudo prolongado em noite, jantar e mais café, ficando no entanto curto o tempo. De súbito, aparece-me pela frente um bolo com a minha cara. Um bolo com rosto de Alien. Olhei-o uma e outra vez, e só não me belisquei porque dói um bocado, convenhamos. Mesmo a aliens. As pessoas cantavam os parabéns e batiam palmas, eu ouvia e agradecia, mas mal tirava os olhos do bolo. Fizeram-me pegar nele com uma mão, perante a apreensão de alguns circunstantes, e conduzi-lo, ou deixar que me conduzisse, à mesa improvisada. Vivendo desde sempre em terrível dúvida sobre a minha origem e condição, houve um instante luminoso em que tudo se revelou. "Sou um bolo, afinal sou um bolo!" - exclamei para mim mesmo, entre alguma perplexidade e o alívio de uma certeza há muito tempo aguardada. Foi sol de pouca dura. Lá tive que partir o bolo. Lá tive que me cortar à faca em fatias que rapidamente desapareceram. Ao que parece, estava bom, eu. O facto é que, apesar disso, ainda estou vivo. Não serei, então, um bolo? Serei apenas a recordação dele? Felizmente, a fotógrafa estava lá. Serei assim talvez a fotografia de um bolo. Há piores destinos. Há piores fins de tarde-noite de sábados de lançamentos de livros, encontros, reencontros, desencontros, jantares, cafés, aniversários e ainda mais. Muito, muito piores, garanto-vos.

4 de nov de 2007

O desafio da Rosalina

Recado para a Rosalina, a quem agradeço a passagem do desafio: Não, não é esse o livro que tinha mais à mão, mais perto:)

Sem qualquer batota, e porque, ao contrário do que acontece com a generalidade das "correntes", esta vale a pena, peguei efectivamente no livro que tinha mais próximo, e dele tirei a quinta frase completa da página 161, que reza assim:


"Apesar de levarmos aqui o registo e a fé das sentenças de cada um destes mal-aventurados, não é agora a ocasião para nos determos a tirá-las nem a lê-las. Chegue-se Vossa Mercê a eles e pergunte-lhes, que eles lhe dirão se quiserem. E quererão, sem dúvida, pois é gente que gosta de fazer e dizer velhacarias."

(Miguel de Cervantes, O Engenhoso Fidalgo D. Quixote de la Mancha, tomo 1)

Tenho que passar o desafio a cinco pessoas, pois é... Então vou passá-lo a

- Wind (WebClub)
- Mariatuché (Me, Myself and I)
- Belzebu (O Contrablog)
- Alien DS (Alien's Corner)
- Isabel (Piano)


E as regras são simples (calmamente copiadas do Carpe Diem da Rosalina):

1ª - Pegar num livro próximo (PRÓXIMO, não procure);
2ª - Abrir na página 161;
3ª - Procurar a 5ª frase completa;
4ª - Postar essa frase no seu blog;
5ª - Não escolher a melhor frase, nem o melhor livro;
6ª - Repassar para outros 5 blogs.



Neste caso concreto, tenho pena de não poder passar o desafio a mais pessoas, mas, como se trata de uma corrente, estou certo de que lá lhes chegará! E fico à espera.

29 comentários:

PintoRibeiro disse...

Cervantes, sim.
Abraço,

Rosalina disse...

Curiosa a frase de Cervantes. Os velhacos preferem as frases ditas, claro.

Boa semana.

isabel mendes ferreira disse...

subscrevo o comentário da Rosalina.




um abraço. terníssimo.

Belzebu disse...

Isto não está fácil amigo Alien, até porque não leio livros com tantas páginas! eheheheh!!!!

Agora a sério, tenho uns quantos desafios em atraso e aguardo a alteração dos estatutos cá do inferno, que me impedem de responder a desafios. Quando da criação do "Ocontrablog", ficou decidido que não aceitaríamos desafios nem correntes. De qualquer forma fico reconhecido por te teres lembrado de nós.
Aquele abraço infernal!

Alien8 disse...

Pinto Ribeiro,

Pois claro!

Boa semana.

Abraços.

Alien8 disse...

Rosalina,

De facto... :)

Alien8 disse...

Isabel,

É de subscrever.

Beijos.

Alien8 disse...

Belzebu,

Compreendo perfeitamente. Também não alinho em desafios ou correntes, por norma. Este caso, pela originalidade e pelo interesse, foi uma excepção.
Um abraço alienígena.

hora tardia disse...

e como a saudade pode ser assim...doce doída suave mel. de um tempo que o tempo não apaga...

e tanto tanto que dancei/dançamos ao som desta música...:))))

A.

nem sei como te agradecer este belíssimo momento!!!!


e de repente voltei aos tempos em que o Sena era o rio da melancolia....


beijos. hoje muitos. pode ser?


grata.

Alien8 disse...

Hora tardia,

Esta música despertamuita coisa. De facto. O Sena, hmmm... ?

Claro que pode ser.

Grato fico eu.

E retribuo os beijos.

Gi disse...

Boa escolha. Faz anos (muitos) que não o leio (mas tantos que até parece mal dizer :) )

Um beijinho

Alien8 disse...

Gi,

Não parece nada :)

Um beijo.

Alien David Sousa disse...

Maninho, sim esta corrente vale a pena. Eu geralmente recuso os desafios que me são propostos, aqueles do tipo: " as tuas manias"; " os teus defeitos" etc...este aceitei...mas tu chegaste tarde. Já tinha sido desafiada por outra pessoa. lol

De qualquer das formas, obrigada por me teres escolhido para um desafio que vale a pena, só mostra que já me conheces um pouco ;)
Beijinhos alienígenas

MariaTuché disse...

Excelente desafio amigo Alien8,

vou tratar do post assim que voltar da minha ida ao m�dico :)

beijosssssssss

o_cao_que_morde disse...

O Blog O Cão Que Morde fez uma Petição para a obrigação da esterilização de todos os animais de companhia que não pertencem a criadores autorizados.
Assina e ajuda a divulgar esta iniciativa para resolver o problema dos animais abandonados

isabel mendes ferreira disse...

querido A.

espero que não fiques triste comigo....


não vou continuar o desafio...


que acho mt interessante...mas nestes dias de sol ando a tentar resolver outros...menos agradáveis.

espero que me perdoes.


e grata por te lembrares. de mim.

beijo.

Alien8 disse...

Mana DS,

Entendido :))

A culpa foi minha, eu sei.

Beijos alienígenas.

Alien8 disse...

Mariatuché,


Ida ao médico? Espero que seja rotina!

E fico à espera.

Beijinhos.

Alien8 disse...

Isabel,

Espero apenas que esses outros desafios sejam superados. Força para isso!

Um beijo.

isabel mendes ferreira disse...

obrigadsa...A.



_____________por tudo.


um beijo.

Teresa Durães disse...

desligar a música... senão aina começo a chorar

Cervantes? ehehehhe D. Quixote pois então!

beijos

Gi disse...

Bom fim de semana . Bom S. Martinho.

Beijinhos

P.S. - Alguma receita especial com castanhas para esta data? :)

P.S.1 - Dancei tanto, mas tanto ao som desta música nos convívios do Liceu :) Chamavam-lhe na altura música de constituír família:) muito agarradinhos e sem saír do lugar . :) Olha só do que me fui lembrar :)

Alien8 disse...

Isabel,

Por nada! :)

Bom fim de semana.
Um beijo.

Alien8 disse...

Teresa,

Chora à vontade :)))

D. Quixote, sempre!

Bom fim de semana.

Beijos.

Alien8 disse...

Gi,

Bom S. Martinho para ti também. Não sou grande apreciador de castanhas e, infelizmente, não estou com disposição nenhuma para receitas :(

Já quanto à música, acredita que não foste a única... e é naturalíssimo que te lembres. Recordar é viver, lá diz o povo e, mais importante ainda, o Vítor Espadinha!

Bom fim de semana.

Um beijo.

hora tardia disse...

antes que seja tarde....demais....
:)





aquele abraço.


____________________A.

Alien8 disse...

Hora Tardia,

Tarde porquê? :) Para uma Hora Tardia...

Um beijo.

isabel mendes ferreira disse...

e cedo cedo para te deixar um abraço.....


espero que não tenhas comido as castanhas todas...:)



bom dia!!!!!!!!!!!!!!!!

Alien8 disse...

Isabel,

Boa noite!

Não, nem gosto lá muito de castanhas :)

Um beijo.