Aliencake

Foi numa tarde de sábado, de encontros, reencontros e desencontros, de estreia literária e café, tudo prolongado em noite, jantar e mais café, ficando no entanto curto o tempo. De súbito, aparece-me pela frente um bolo com a minha cara. Um bolo com rosto de Alien. Olhei-o uma e outra vez, e só não me belisquei porque dói um bocado, convenhamos. Mesmo a aliens. As pessoas cantavam os parabéns e batiam palmas, eu ouvia e agradecia, mas mal tirava os olhos do bolo. Fizeram-me pegar nele com uma mão, perante a apreensão de alguns circunstantes, e conduzi-lo, ou deixar que me conduzisse, à mesa improvisada. Vivendo desde sempre em terrível dúvida sobre a minha origem e condição, houve um instante luminoso em que tudo se revelou. "Sou um bolo, afinal sou um bolo!" - exclamei para mim mesmo, entre alguma perplexidade e o alívio de uma certeza há muito tempo aguardada. Foi sol de pouca dura. Lá tive que partir o bolo. Lá tive que me cortar à faca em fatias que rapidamente desapareceram. Ao que parece, estava bom, eu. O facto é que, apesar disso, ainda estou vivo. Não serei, então, um bolo? Serei apenas a recordação dele? Felizmente, a fotógrafa estava lá. Serei assim talvez a fotografia de um bolo. Há piores destinos. Há piores fins de tarde-noite de sábados de lançamentos de livros, encontros, reencontros, desencontros, jantares, cafés, aniversários e ainda mais. Muito, muito piores, garanto-vos.

2 de jun de 2009

O Malandro - Mackie Messer

Conforme prometido, aqui fica uma versão de "O Malandro" (e não da "Homenagem ao Malandro", como por erro escrevi em post anterior), da "Ópera do Malandro", (espectáculo ao vivo) de Chico Buarque. A música é de Kurt Weil.


O mesmo que, com texto de Brecht, compôs a "Dreigroschenoper" ("Ópera de Três Vinténs"), da qual consta a celebérrima "Die Moritat von Mackie Messer", aqui interpretada por Ute Lemper.




Semelhanças? Só mesmo na música :)




61 comentários:

prof disse...

poix...
no texto do Chico são indicados mais malandros mas a quantidade não compensa a qualidade :-)
Das várias interpretações que conheço, a de Ute é a minha preferida - gostava de ouvir uma interpretação da menina dos olhos de Faßbinder, Hanna Schygulla.
Não sei se alguma vez cantou isto mas se o fizesse estou certa de que me agradaria.
abraço

Lizzie disse...

Pois Alien, de ver a segunda e chorar por mais.

É um regalo ver a escola expressionista alemã de interpretação tão cuidada e tão, tão rica, que mais tarde se espalhou para, p.ex., Lisa Minelli.

O poder das aparentemente pequenas e difíceis utilizações do corpo e da expressão facial.

Marlene Dietrich, foi genial em a misturar com a escola americana. Tornou-se a inimitável Marlene. Fez uma espécie de resumo e concentrou quase tudo no poder dos olhos.
Não sei se estará no youtube.

E sim, a Hanna Schygulla também cantou. Pessoalmente,em termos comparativos, não gostei.
Sou suspeita. Não gosto nem dela nem do Fassbinder.
Gosto mais de uma outra, que também entrou nos filmes dele, mas de quem não me lembro o nome.
(Como se botará o duplo s neste teclado?:))

Excelente "comparação" Alien!

Abraço.

Justine disse...

Acho que esta interpretação da Lemper é uma das melhores! Obrigada por ma trazeres:))

Arabica disse...

Uaaau, Alien, a tempo certo!

Regressada. Com som. :)

Com vontade de ouvir tudo o que ficou posts abaixo.

Obrigada.

Abraços e beijos meus.

Arabica disse...

Tão diferentes, que realmente só a música é comum.

Muito boa a versão da Ute.

Teresa Durães disse...

Chego tarde, fui ver ao vivo a ópera do malandro (ou terá sido os AC/DC? Ou nenhum deles?). Certo é que cheguei tarde mas cheguei. Gosto da ópera. Mas música brasileira... bom... seja MPB não faz muito o meu género

wind disse...

Independentemente da ópera do Malandro de Chico Buarque ser boa, Ute Lemper é Ute Lemper:)
Ou seja, é fabulosa!:)
Beijos

mar disse...

Depois de ouvir a musica, os desejos de um optimo fim de semana

Bjs

Alien8 disse...

Prof,

Trata-se da mesma música, mas de textos completamente diferentes, daí que a minha ideia de comparação era um bocado irónica. Gosto muito da Ópera de Três Vinténs, incluindo o livro de Brecht. Disso nem se fala!

Também aprecio a Ópera do Malandro, a hábil adaptação de temas ideológicos e musicais, e creio que o Chico Buarque conseguiu (como o demonstram os anos intermináveis no teatro e as diversíssimas recriações) um musical excelente.

Cada qual no seu tempo, lugar e estilo musical.

Não me lembro de ter ouvido a Hanna Schygulla cantar, mas gosto dela como actriz.

Bom fim de semana e um abraço.

Alien8 disse...

Lizzie,

Obrigado pela nota de "excelente" :)

Concordo com o que escreveste (Dietrich, Minelli) e daquilo a que em Alemão se chama "Kabarett", excepto naquilo que já disse acima em resposta à Prof: duas épocas, dois temas diferentes, dois estilos musicais, cada qual com o seu (grande) mérito.

E... gosto da Hanna Schygulla e do Fassbinder, embora nunca tenha ouvido cantar a primeira (que me lembre!). Deixa cá ver... aqui não me parece possível escrever o tal duplo s. No Word, usa-se CTRL+SHIFT+6 e, a seguir, s. CTRL + SHIFT + 6 não escreve nada, como se se tratasse de um acento. Já no editor de posts, tens que ir ao HTML e escrever &#223. Sai um eszett :)

Bom fim de semana e beijoS :)

Alien8 disse...

Justine,

Com todo o gosto!

Bom fim de semana!

Alien8 disse...

Arabica,

Parabéns pelo som! Vai ouvindo, com o tempo que tiveres... e obrigado eu!

Umm abraço nosso e um bom fim de semana!

Alien8 disse...

Teresa,

A MPB não faz o teu género? É pena... mas é só uma pequena parte da riquíssima música brasileira. Mas não se pode gostar de tudo, realmente.

Eu SEI que foste aos AC/DC, porque alguém cá de casa vislumbrou uma caturra entusiamada no meio da assistência, particularmente empolgada com as correrias, saltos e acrobacias dos "velhotes". Pois! :P

Diz coisas sobre a música no blog (se já não as disseste no Experimental, ainda lá não passei hoje...).

Bom fim de semana, cheio de electricidade :)

Alien8 disse...

Wind,

Claro! É mais ou menos o que tenho dito e pensado :)

Beijos e bom fim de semana.

Alien8 disse...

Mar,

O mesmo para ti, e mais um beijinho.

Cöllyßry disse...

Belo espaço,gostei de ouvir estas lindas musicas...


|)’’()
| Ö,)
|),”
|Doce beijo

Alien8 disse...

Cöllyßry,

Muito obrigado pela visita e pelo comentário.

Bom fim de semana.

Arabica disse...

Alien,


...a Teresa lá pelas bandas de Alvalade não encontrei (mas tive pena, bem que podíamos ter bebido uma guiness) :)) mas olha que vi lá "um" em pleno curto circuito. :) Palavra de escuteira :))

A ver por aquele acho que foi um concerto completamente electrizante :))

Não sei porquê, lembrei-me de repente do Rufus :))

Beijos meus e um bom domingo!

Alien8 disse...

Arabica,

Acredito na tua palavra de escuteira :)

Não faço é ideia do que te lembrou o Rufus... ;)

Boa semana e beijos para ti.

Teresa Durães disse...

Não, não fui aos AC/DC com grande desgosto. Mas estou cota e não consigo ir ver um concerto e no dia seguinte trabalhar. Já fui responder (tarde, não sei o que se passa comigo).

Arabica disse...

Alien,


pois...é que o Rufus foi ao concerto dos AC/DC :)
Cruzou-se comigo, utilizadora sossegada e determinada, da linha de Metro.
Olhos nos olhos.
Num impeto de euforia fez-me baaaahhh ao ouvido, o malandro.

Parece que esta, foi a semana dos bons malandros a todos os níveis. :)

Provas passadas superadas, provas futuras em projecto. Tantas, pelo que ontem vi na TV e li, por aí disperso. Como se mede a coragem dos que fazem frente aos malandros? :)Ou não será coragem, será apenas sabedoria?

E onde se aprende?

:) Abraço grande anti malandrice :)

casa de passe disse...

entrei nesta "tasca" para beber um copo e.....................

tanta gente conhecida por aqui !!

Viva!


(Nini)

casa de passe disse...

e................... adoramos malandros..
(Nini + Loulou + Alice)

Alien8 disse...

Teresa,

Que pena! Já vi a resposta... tens que perguntar as passwords e tal, e depois falamos.

Bom fim de semana!

Alien8 disse...

Arabica,

Co que então, encontraste o Rufus? E que tal, deu para tomar um copo e fazer as pazes? :)))

O resto... ficará para outra resposta...

Um abraço para ti!

Alien8 disse...

Casa de Passe,

Viva!!!

Isto é tudo boa gente, e o vinho também não é mau...

Quem não adora malandros?

Arabica disse...

Alien :)))



achas???? :)))



Já não há enredo para copos!! :))


Abraço e bom Santo António!! :)

Com ou sem sardinhas :))

Lizzie disse...

Alien:

que agência de viagens: ele é voltinha pelo Brasil, com passagem por Berlim e chega-se de metro, com sono de noite mal dormida, a Alvalade onde cheira a sardinhas e a tintol que tem o dom de pôr velhinhos aos pulos, generais malandros na prática de assédios e caturras viradas à melomania, quiçá tatuadas e com blusão de penas em cabedal tingido de preto.:))

Pois eu comi sardinhas mas não em Lisboa.
E levei uma a um gatinho que, estava eu a dormir a sesta, me acordou o instinto maternal com um miado mais expressivo que qualquer Ute.

Pequenino, talvez dois meses, pretíssimo, perdido no meio do areal. Assustado e faminto. Parecia caído, e abandonado, de uma nuvem. Uma chuva de negligência.

Toda a família o adoptou. O montinho esquelético de pêlo.
Foi para Madrid com a texana.
Já estou a imaginar o material de trabalho dela a rolar pelo chão.

Vai ter que aprender castelhano e inglês nasalado. Linguas complicadas de bípedes.
Vai sair poliglota de entendimento.
Já sei que não achou graça, hoje, ao veterinário. Também não gosto do homem embora nunca me tenha consultado a mim propriamente dita.

Por ditadura minha, chama-se Don António Coño Penichero Y Sesimbra, Gran Duque Arenas de Lisboa Y Alrededores. E mai nada!!!

Grande abraço para Patatita e para ti.

(não percebo gatês, mas suponho que Don Antonio, bem educado com está a ser, mandará cumprimentos aos congéneres)

Lizzie disse...

e já me esquecia:
vi a Hanna Schygulla cantar ao vivo, há muitos anos, lá no outro lado.

Achei-a pouco versátil. Parecia-me que estava a ver as "Lágrimas amargas da Petra von Kant", só que noutro cenário: a mesmíssima expressão em contextos tão diferentes.
Pareceu-me, por isso, muito "plana" e quer em voz cantada, quer em texto, muito fria. Para não dizer gelada.

Mas toda a gente tem dias.

Alien8 disse...

Arabica,

Ando arredio... e com muito azar com os gatos.

Espero que tenhas tido um bom Santo António. O meu não foi grande coisa, não...

Um abraço.

Alien8 disse...

Lizzie,

Obrigado pela visita, apesar do meu afastamento. Como acima disse à Arabica, os meus gatos têm-me dado vários desgostos seguidos, por isso não me sobra vontade para nada.

Ainda bem que adoptaram esse pretinho. Quem me dera que o meu aparecesse, e mais o tigrado, e que a gata-mãe não tivesse sido morta por um cão, e que, de três gatinhos recém-nascidos, tivesse ao menos ficado algum. Por doença, dois já morreram e o terceiro está quase.

Abraços nossos.

Alien8 disse...

Arabica,

Para não me repetir, peço-te que leias o que respondi à Lizzie. Não queria dar pormenores, mas ela falou num gatinho...

Um beijo dos dois.

Arabica disse...

Alien,

não precisas dizer mais nada, já percebi. :((

É muito doloroso perdermos os nossos animais. Deixo-vos aqui um abraço solidário.

Lizzie disse...

Alien:

compreendo muitíssimo bem o que estás (estão) a passar.

Entre corizas, PIF e outras maleitas virais e contagiosas, sei o que se sente quando os vemos ir embora. Sem poder fazer nada. Tenta-se tratar. Tenta-se, tenta-se.Vírus são vírus.


Por causa de desaparecimentos, os meus estão protegidos. Felizmente tenho espaço para isso.
Teve que ser assim também por causa dos caçadores. Não respeitam a propriedade alheia, entram e disparam. O alcool dá uma ajuda. No início mataram-me dois gatos e um cão.
Agora não entram. Tudo vedado.

Quanto a Stº António e a férias, também não foram os melhores. Pairou um luto castelhano (não é justo que ninguém fique doente e morra aos 44 anos. Nem o mar lava a incompreenção e a revolta).

O gatinho, de certa forma, veio mostrar que a vida existe. Ou melhor, veio dar um laivo de inocência.

Grande abraço empático para os dois e desculpa a minha brincadeira lá em cima. Mas não sabia.

Teresa Durães disse...

Passwords... tenho de fazer figura de burra (fazer ou ser?) e perguntar tudo ahahaha

Andei ausente aqui das chafaricas, esive de férias inclusivé de computadores.

Mas reparo que continuas preguiçoso para escrever post!

Arabica disse...

Alien,

passo para deixar um abraço e o desejo que o pretinho e o tigrado encontrem o caminho de volta a casa.

E desejos também que o teu ânimo se recomponha. Não temos o poder da vida deles em nós e temos que aceitar (ainda que a contragosto) os destinos das quatro patas que se querem e se gostam livres.

Que mais podes tu fazer?

Anônimo disse...

A Ute, em absoluto.


Abraço.


Spartakus.

http://www.youtube.com/watch?v=Bp05EQQwnAQ

Anônimo disse...

Entrou aí algo marado. Lololol.


Era: www.bandeiranegra1.wordpress.com

Alien8 disse...

Lizzie,

O nosso agradecimento pela tua solidariedade e o nosso abraço pelo teu luto.

Alien8 disse...

Teresa,

Lá terás que perguntar... ou usar o Imeen...

E, desta vez, não é bem preguiça...

Alien8 disse...

Arabica,

Obrigado pelo teu abraço e pelos teus votos. Infelizmente, não é uma questão de quererem ser livres... são gatos muito agarrados a nós e à casa, mas dão as suas voltas, e há cães e carros e até pessoas que se entretêm a matar animais...

Um abraço dos dois.

Alien8 disse...

Spartakus,

A Ute? Pois, já calculava.

Um abraço.

Arabica disse...

É verdade, Alien.

Infelizmente.

Dá vontade de os ter presos em casa, não é? Mas depois percebemos o prazer deles nas voltinhas (eu gosto muito de apreciar um gato branco que todas as manhãs sai por uma janela, percorre alguns telhados e muros e se vem deitar no quintal do vizinho).

Não sei de os donos sabem desta traquinice dele. Por volta da hora do almoço, regressa a casa todo lampeiro e entra sorrateiramente pela janela semi aberta.

A primeira foto que tirei desta casa, foi dos quintais com o gato branco entre as árvores. Mal sabia eu o caminho que ele percorria...

Beijos

Alien8 disse...

Arabica,

Dá. Mas não pode ser... como tu própria testemunhaste.

Obrigado.

Um abraço.

coxa e marreca disse...

Fã incondicional que sou de Ute Lemper certamente que adorei, no entanto gostei também da versão brasileira e, se há música brasileira de que não gosto também há muita que aprecio.

Mocho Falante disse...

Sabes que nunca vi nem ouvi a opera do malandro????? mas estou sempre a tempo de corrigir essa falha não é?

Obrigado pela informação.

Um abraço

Alien8 disse...

Coxa e Marreca,

Cada música com as suas qualidades próprias. E cada intérprete também. Port vezes a escolha é difícil, os contextos são muito diferentes...

Alien8 disse...

Amigo Mocho,

Claro! Ouvir será mais fácil :)

Um abraço.

wind disse...

Só agora li dos gatitos:(
Deixo-vos um xi apertado e beijos.

lips like sugar disse...

Também acho ;)

Alien8 disse...

Wind,

Obrigado. Um beijo.

Alien8 disse...

Lips,

Pois...

Obrigado pela passagem.

legivel disse...

... passo de raspão, pois as férias prosseguem em velocidade estonteante, mas não quis deixar de enviar um abraço solidário, pois pelo que percebi nos comments, algo de negativo se passou com os teus gatos.

Alien8 disse...

Legível,

Obrigado.
Um abraço para ti.

Arabica disse...

Alien,

Esta caixa de comentários, parece-me uma dispensa bem fornecida de abraços :)

Deixo-te mais um, para ti e Lola.

Arabica disse...

E um até breve, que pode ser quando menos se esperar.

:)) de mochila, mas não desconectada de todo :)

e aqui fica uma mão cheia de beijos para ti e Lola.

Alien8 disse...

Arabica,

Uma boa notícia, apenas uma: o Pretinho apareceu, magro mas sem problemas aparentes. O Tigre, que é doente, não...

Boas férias, obrigado pelo carinho e um grande abraço!

Lizzie disse...

A correr, só para deixar mais um grande abraço para os dois e um ralhete ao vadio Pretinho.

gataescondida disse...

Bom dia! E muito importante:

http://gataescondida.wordpress.com/2009/07/04/a-liberdade-de-expressao-e-a-blogoesfera/

Bem-hajam!

Alien8 disse...

Lizzie,

Obrigado, um abraço para ti!

Alien8 disse...

Gata,

Já fui ler e comentar. Obrigado.