Aliencake

Foi numa tarde de sábado, de encontros, reencontros e desencontros, de estreia literária e café, tudo prolongado em noite, jantar e mais café, ficando no entanto curto o tempo. De súbito, aparece-me pela frente um bolo com a minha cara. Um bolo com rosto de Alien. Olhei-o uma e outra vez, e só não me belisquei porque dói um bocado, convenhamos. Mesmo a aliens. As pessoas cantavam os parabéns e batiam palmas, eu ouvia e agradecia, mas mal tirava os olhos do bolo. Fizeram-me pegar nele com uma mão, perante a apreensão de alguns circunstantes, e conduzi-lo, ou deixar que me conduzisse, à mesa improvisada. Vivendo desde sempre em terrível dúvida sobre a minha origem e condição, houve um instante luminoso em que tudo se revelou. "Sou um bolo, afinal sou um bolo!" - exclamei para mim mesmo, entre alguma perplexidade e o alívio de uma certeza há muito tempo aguardada. Foi sol de pouca dura. Lá tive que partir o bolo. Lá tive que me cortar à faca em fatias que rapidamente desapareceram. Ao que parece, estava bom, eu. O facto é que, apesar disso, ainda estou vivo. Não serei, então, um bolo? Serei apenas a recordação dele? Felizmente, a fotógrafa estava lá. Serei assim talvez a fotografia de um bolo. Há piores destinos. Há piores fins de tarde-noite de sábados de lançamentos de livros, encontros, reencontros, desencontros, jantares, cafés, aniversários e ainda mais. Muito, muito piores, garanto-vos.

28 de mar de 2010

Parasomnia Noise no concurso Superbock Super Rock Preload

ACTUALIZAÇÃO:
A BANDA PARASOMNIA NOISE ESTÁ A PARTICIPAR NO CONCURSO SUPERBOCK SUPER ROCK PRELOAD, CUJO OBJECTIVO É A SELECÇÃO DE NOVAS BANDAS PORTUGUESAS PARA ACTUAREM NO FESTIVAL. JÁ ESTEVE NO TOP-10, COMO ANTES FICOU DITO. AGORA NÃO ESTÁ, MAS PODERÁ VOLTAR A QUALQUER MOMENTO...

Podem encontrar mais acima a música "Post". Clicando na foto dos Parasomnia Noise terão acesso ao texto de apresentação da banda e a duas demos - uma das quais estarão a ouvir aqui neste momento, se os vossos players estiverem operacionais e não tiverem carregado no botão de stop...





Para votarem nos Parasomnia Noise  é necessária a inscrição no site do concurso (simples e rápida). Basta seguir as instruções do item "Como Votar", no menu que aparece à esquerda, abaixo de PRELOAD.


 Portanto, cliquem na foto e, se gostarem, votem! Eles merecem!


E, se possível, DIVULGUEM!

22 comentários:

wind disse...

Já o fiz quando colocaste o link nos comentários do post anterior:)
Eles são mesmo bons:)
Aliás se bem te lembras, gostei logo deles, na primeira banda:)
Beijos

Alien8 disse...

Lembro-me, Wind, e agradeço tudo. Eles também :)

Um beijo.

Teresa Durães disse...

o meu voto já está. (e obrigada pela divulgação!)

Teresa Durães disse...

(engraçado, iria jurar que tinha visto um bolo com esse ar verdinho... hum... devo estar enganada...)

Alien8 disse...

Ah viste? Onde? Onde? :)

arabica disse...

....ai que alucinação geral!!!


Eu também ia jurar que vi!


....e andava....tinha muitas pernas....e vozes....tinha muitas vozes..... :))

....e na minha alucinação....ainda para mais era de pão de ló e doce de ovos!!! :))


Um Alien verde e doce....ora ora que senhora alucinação!!!! :))

Devo andar a acusar as gotas de 4 em 4 horas :) felizmente já votei nos Parasomnia Noise antes que qulquer outra alucinação me confine!!!

arabica disse...

Abraço, portátil entregue no spa, até ao meu regresso!

Justine disse...

Ah pai babado:)) Mas eles merecem sim senhor! E lá vou eu votar...
(foi bom conhecer-vos ao vivo e a cores)

Alien8 disse...

Arabica,

Curioso, eu tive uma alucinação semelhante! Se ao menos encontrasse provas :)

Bom spa para o portátil, que há-de vir como novo.

E até breve, muito breve :)

Alien8 disse...

Justine,

Também para nós foi bom :)

Eles agradecem o voto. De momento não estão no top 10, mas espero que voltem, porque (baba à parte) merecem. Eu bem sei o que trabalham e o talento que têm.

Um abraço.

continuando assim... disse...

Convite

O livro "Continuando assim...", foi maltratado...

Resolvi por isso, e porque tanta gente não encontra o livro onde deveria estar (nas livrarias), recontar a história
Lá no …. Continuando assim…
www.continuandoassim.blogspot.com

Vamos em metade da história, o livro reescrito, não está igual (nem poderia!) ao que foi editado.
Obrigada a todos os que vão seguindo (pois só assim vale a pena).
Um obrigada especial a quem ainda não conhece e chega de novo

Uma reflexão em relação a todo este assunto entre livros, autores e editoras, e um conselho, se é que me é permitido:

--- quando vos pedirem dinheiro para editar as vossas palavras, simplesmente digam que não ---
BJ
Teresa

Alien8 disse...

Continuando assim...,

Vou ver melhor o que se passa. Desde já agradeço o conselho. Nem todas as editoras são iguais, no entanto.

legivel disse...

Alucinado por via de alguns alucinogénicos guardados religiosamente desde os idos de setenta, profetizo longa vida à banda.
E depois de brindar sábado, volto a brindar hoje.

Abraço.

Alien8 disse...

Legível,

Brindemos, portanto. Não sei a que brindas hoje, mas alinho!
Oxalá a profecia se cumpra.
Um abraço.

P.S.: Ah, guardas isso? :)

Gasolina disse...

Primeiro os gatos, blogato.
Depois uma surpresa: V.Exa é amante da gastronomia? Ora que coincidência, dizías tu (ou digo eu, agora?!)

Não ligues.

Talvez tenha sido de um bolo paramentado a verde-geleia que me pôs os olhos em bico e me obriga a escrever estas coisas. (e juro que não era after8).

Tudo de bom para os Parasomnia, ou como se diz nas minhas artes de palco, muita merda.

Alien8 disse...

Olá, Gasolina,

Sou amante de gatos e de gastronomia, sim. Neste último caso, mais para comer do que para cozinhar, mas vou aprendendo umas coisitas...

O bolo foi uma surpresa enorme. Ainda não parei de me rir :) E ando a ver se alguém tem fotos dele. Eu sei que há, não sei é onde. Por enquanto.

Obrigado em nome dos Parasomnia. O maluco à direita é o meu filho Luis (música, letra, guitarra, produção, "back vocals", que é como eles dizem "coro":). Falta o baterista, que só apareceu depois da foto. Enfim...

Coincidências? Pois... agora fizeste-me lembrar isto:

"O autor repete preocupadamente a prevenção anteriormente já feita de que qualquer semelhança entre o que se segue e pessoas, coisas ou acontecimentos existentes na realidade é pura e absoluta coincidência.
No entanto, continua a não se sentir impedido de verificar que as coincidências têm causas matematicamente prováveis deveras curiosas. Pessoas, bichos, coisas e actos são aparentados objectivamente pelo acaso. Isto tem tudo a ver com o acaso, nada com o autor.
Dada a prova, o autor esquiva-se topologicamente e informa que também não é responsável pelas coincidências. Nenhumas."


Não terá muito a ver com a nossa "conversa", mas acho muita piada a este bocadinho de texto de pré-aviso e não resisti a transcrevê-lo, mesmo sem poder fazer copy/paste, que daria muito mais jeito. Há momentos ocorreu-me que talvez isto afinal estivesse na net, e não é que está mesmo? Tanto trabalho para nada! Olha, está
aqui, por exemplo. Juro que não estou a fazer publicidade ao Wook.

Bolas, fartei-me de escrever! Muita merda para as tuas artes de palco.

wind disse...

Bem alien, vim aqui espreitar e o novo template está um espectáculo!:)))
Beijos

Alien8 disse...

Obrigado, Wind. É uma experiência, talvez fique, talvez não :)

Beijos.

Lizzie disse...

Para já adoro o corte de cabelo!
Gostava de saber quem é o cabeleireiro. E a marca do gel!
Quanto a bonés, tenho vários em baús. É só pedir:aviação, marinha ou exército com duas nacionalidades à escolha. Divisas também se arranjam. Autênticas.

Agora fora de brincadeiras, a música lembrou-me imediatamente uma estrada de New England. Se eu fosse naquele carro, ou noutro, outra vez, por ali, botava a música dos "piquenos".
Porque tem melodia de viagem. Ir, mais que voltar. Ir por ali fora, com calma. Cada um consigo sem afastar ninguém mas com direito ao próprio silêncio.
Também acho que a música tem equilibrio. Consigo imaginar-lhe curvas.

Isto tudo para dizer que gostei e tornei a gostar. Como não percebo nada deste tipo de música, só posso traduzir o que me evoca.E se me é "harmónica" ou não.E é.

Vai daí, mucha mierda, coño!
Agrandesen los niños. Vale.
E mai nada!

Abraço

Gasolina disse...

Se bem que para actualizações este post esteja fora de tempo, também é verdade que para um ser alienígena o cronos é sempre diferente.

Quero eu na minha dizer: Onde andas?
(eu tardo mas venho sempre. Não deixo patada [é mesmo patada, não é pegada]mas chego sorrateira no silêncio da madrugada).


Tens lá a passadeira a jeito, já sabes. Só quero de volta palavras novas aqui. (Espanto na poesia, eu a julgar-te como prosador! Oh Sentença!!!)

E já agora... novas de um bolo? Não há? pois que indaguei e me afirmaram que havíam provas irrefutáveis de tais substâncias alquimicas estendidas num plano só e deglutidas no avaro do palato.

Quero ver!

Alien8 disse...

Lizzie,

Talvez te surpreenda, mas percorremos algumas dessas estradas a que a Lola e eu gostávamos de chamar "country roads", principalmente no Maine... conduzindo sem destino e com alguma incerteza quanto ao caminho de regresso. E sem carta que lá fosse válida :)


Os "piquenos" leram e agradecem a tua crítica e os teus votos de "agrandamento" :)

Beijos.

Alien8 disse...

Gasolina,

O meu cronos anda pautado por uma inacreditável preguiça de postar. Acontece...

Por isso mesmo, agradeço as tuas... enfim, os teus vestígios de passagem :) E a passadeira, que usarei em breve, prometo.

Escrevo principalmente poesia, mas também alguma prosa. Pouca. Tenho uma etiqueta no cimo do blog a apontar para "Cafés e afins", onde poderás, querendo, ler alguma.

A foto... eu creio que existe, mas ninguém se descose, e começo a desesperar. Será que a veremos algum dia? Eu gostaria muito, mas já não digo nada.

Já aspirei a passadeira aqui, para se notarem melhor as futuras... os futuros vestígios da tua passagem.

Já vês que gosto de te ver por cá :)