Aliencake

Foi numa tarde de sábado, de encontros, reencontros e desencontros, de estreia literária e café, tudo prolongado em noite, jantar e mais café, ficando no entanto curto o tempo. De súbito, aparece-me pela frente um bolo com a minha cara. Um bolo com rosto de Alien. Olhei-o uma e outra vez, e só não me belisquei porque dói um bocado, convenhamos. Mesmo a aliens. As pessoas cantavam os parabéns e batiam palmas, eu ouvia e agradecia, mas mal tirava os olhos do bolo. Fizeram-me pegar nele com uma mão, perante a apreensão de alguns circunstantes, e conduzi-lo, ou deixar que me conduzisse, à mesa improvisada. Vivendo desde sempre em terrível dúvida sobre a minha origem e condição, houve um instante luminoso em que tudo se revelou. "Sou um bolo, afinal sou um bolo!" - exclamei para mim mesmo, entre alguma perplexidade e o alívio de uma certeza há muito tempo aguardada. Foi sol de pouca dura. Lá tive que partir o bolo. Lá tive que me cortar à faca em fatias que rapidamente desapareceram. Ao que parece, estava bom, eu. O facto é que, apesar disso, ainda estou vivo. Não serei, então, um bolo? Serei apenas a recordação dele? Felizmente, a fotógrafa estava lá. Serei assim talvez a fotografia de um bolo. Há piores destinos. Há piores fins de tarde-noite de sábados de lançamentos de livros, encontros, reencontros, desencontros, jantares, cafés, aniversários e ainda mais. Muito, muito piores, garanto-vos.

7 de nov de 2010

Ainda cá estou!

Arredio, mas ainda cá estou.
A modos que convertido ao livro das caras, mas ainda cá estou.
Desleixado nas visitas, mas ainda cá estou.
E vou continuar a estar.

Um dia destes volto a publicar regularmente, quem sabe?
Eu não sei, mas gostaria de.

Estou contente por, apesar de tudo o que disse, ainda ter por aqui quem comente!

Para vós, o que se segue:

16 comentários:

Alien David Sousa disse...

Mano, escrevas ou não irei sempre passar por este cantinho. ;)

Beijos alienígenas

Justine disse...

Que alívio, pensei que tinhas emigrado (converter-se ao FB é emigração!)!! Mas cá fico à espera dos teus escritos, sempre interessantes:)))
E obrigada pela música alegre e bem disposta, que bem precisamos: só nos estão a dar música tristonha...

wind disse...

Obrigada pela música:)
Gosto muito deste estilo por causa das violas e das vozes:)
Quanto ao facebook, entrei no ano passado e saí, porque não tinha paciência, nem tempo para aquilo.lol
Beijos

Lizzie disse...

Sei lá porquê, mas os músicos estão mudos. Bem lhes digo cantem, cantem e... nada!
Também não é preciso tanta timidez.

Se voltares, então conto-te como rejos de potón fritos com muito sumo de limão fazem ciúmes ao choco.

Também fiz uma viagem ao país do"livro das caras" mas achei território cansativo e confuso.
Pareceu-me uma grande baralhada.
Tanta sinalização.

De vez enquando vou lá porque me dizem vai ver no face (tão familiar que já é só conhecido pelo nome próprio sem o Book de apelido, assim como o Tó esteve cá ontem e a Maria gosta de couve lombarda, p.ex.)

Mas falha-me logo a paciência.
Acho mais graça aos blogues.
Prontos!

Então vai aparecendo que esta é uma casa acolhedora e simpática e a modos que sem o anfitrião a gente não sabe a quem perguntar onde é a cozinha e assim.

Um grande abraço, coño.

Anônimo disse...

tinha "escrevido"
um relambório,
um relatório sobre o F.
mas digo o que diz a lizzie
está tudo de entrada ou de saída
e não há meio de encontrar a c.banho entre malas e maletas
esparsas.
Há boa gente conhecida...que já conhecia. Há umas novidade do instante mas que se perdem num instante. Muito metediços. Só vou lá espreitar as frinchas.
Tipo telemóvel mas não chateiem muito...
(não querem lá ver que se desancar no tal dá erro? isto é um andróide ou quê, mau mau!)
Bjinho Cisco
da bettips

Alien8 disse...

ManaDS,

Eu conto contigo :-)
Beijinhos alienígenas!

Alien8 disse...

Justine,

Voltarei, vou voltando, devagar, mas sem abandonar o Facebook, onde tenho a minha página de escritos.

Tens razão quanto à música... tem que mudar mesmo!

Um abraço.

Alien8 disse...

Wind,

Obrigado pelas tuas visitas, apesar de eu estar a faltar descaradamente.

Um beijo.

Alien8 disse...

Lizzie,

Conta, conta! Quero saber como é isso!

O caminho da cozinha... bem, eu acho que se pode chegar lá pelo olfacto! :-) Por falar nisso, tenho que pôr aqui uma receita.

Até breve, no teu sítio.

Um abraço.

Alien8 disse...

Bettips,

Eu bem vejo que vais espreitando o FB! E comentando, e tudo! Tenho reduzido a minha actividade por lá (parece que estou a falar de tabaco!), mas não vou deixar, isso não. Tenho é que dar mais atenção aqui ao blog, e aos vossos, e não me sobra tempo, mas lá se há-de arranjar.

O Cisco manda-te um beijo :-)

Rui Fernandes disse...

Olha para ele!... Dúvidas, hesitações... não é? Curtir o momento que passa, como um adolescente? Ou instalar-me na serena meditação do entardecer? É dolorosa a decisão. É dolorosa a indecisão. Abração.

Alien David Sousa disse...

E podes sempre contar ;)
beijinhos alienígenas

Teresa Durães disse...

Aqui estou, espero que seja com regularidade. Depois de Abril fiquei esgotada. Espero ser assídua e visitar. Bj

Poesia Portuguesa disse...

Ok. Ok.

Ainda aqui estás, mas isto anda a precisar de uma "frescura"... e que tal antes do ano findar, actualizares com novos temas? :-)))

Enquanto não fazes isso, levei "emprestado" um poema... espero que não te importes.

Um abraço

Alien8 disse...

Teresa,

Até que enfim!!!
Olha, eu também espero ser assíduo e visitar :-)
Tenho realmente andado fugido.
Um beijo.

Alien8 disse...

Poesia Portuguesa,

Vou tentar actualizar, prometo :-)
Agradeço o rapto do poema, já sei onde foi parar, mas soube pelo FB :-)
Um abraço - e obrigado.